(WC-2) RÚSSIA, AÍ VOU EU!

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

A partir dessa semana começarei os preparativos para a viagem que farei à São Petersburgo, na Rússia, para acompanhar a tradicional Copa Mundial Qubica AMF. Da mesma forma que na minha primeira viagem internacional para a Eslovênia, estou apreensivo com essa nova jornada.

Aí, né? Tome pesquisa na Internet …

Com o apoio do Marcelo Dhers da PIN1 e rede Dragon Bowling e também da Andréia Cintra, preparei o pedido de visto junto ao Consulado da Federação Russa. Deve demorar umas duas semanas para responderem.

Num site de uma agência de viagens para a Rússia encontrei umas dicas interessantes sobre a cidade. Algumas curiosas. Por exemplo, “não é considerado seguro beber água na torneira em Moscou, sendo especialmente perigoso fazê-lo em São Petersburgo“, eita!

Outra (meio óbvia) … “em alguns restaurantes e lojas fala-se inglês, mas a imensa maioria dos russos só fala russo, inclusive funcionários de hotéis e aeroportos internacionais e não gosta que estrangeiros partam do pressuposto de que inglês é a língua universal … antes de falar com um russo em inglês, pergunte delicadamente se ele fala a língua e, diante de um provável “nyet”, use a imaginação, gesticule, desenhe, fale até português” … (aí é que vou mandar um “futebol” … RRRonaldo … RRRonaldinho … se o interlocutor for jovem … se for mais velho mando um “Pelé” mesmo … rs) … “mas não insista em fazer-se entender em inglês … Meia dúzia de palavras em russo já aumentam suas chances de ser atendido com boa vontade” … oba! … já estou treinando … “pajálsta” (por favor) … “spassiba” (obrigado) … “kak dilá?” (como vai?) … “dóbray útra” (bom dia) … “ya ni gavaryú pa-rússki” (eu não falo russo … mesmo!!!).
[img:russia_carimbo.jpg,thumb,vazio]

3 Respostas para “(WC-2) RÚSSIA, AÍ VOU EU!

  1. Tu tá f….. Sem falar a lingua nativa, e olha Novembro em St Petersburgo é um frio de lascar. Queria muito ver voce na recepção do hotel pedindo um cobertor, em russo ! ! ! hhhuuuuuuuuuuuaaaaaa. Não fique surpreso se te derem um absorvente. 😉
    -Sr. queria um Kobertorski ! Tá frioski ! ! ! !

  2. Soren
    Historicamente a temperatura média em SP (dããã … não é São Paulo, tá?), na primeira quinzena de novembro, varia de 0 a 1 grau centígrado … algo me diz que a primeira coisa a fazer, quando chegar lá, vai ser ensinar os russos os segredos da boa “caipiroska” … hehehe
    aBIRAsvk

  3. Marcelo Suartz

    Fala Birao,
    Kak Dilá?
    Vo faze uma aula de Russo aqui em Sao Paulo antes de ir cara, para falar pelo menos o basico do basico, manda aquele Russo com sotaque brasileiro. Se sabe qual a comida tipica de la? Soh falta ser que nem os EUA…Don´t tell me that…rs
    Se cuida, abracos…
    M.S.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s