Arquivo do mês: novembro 2007

(WC-17) AS OITO MELHORES MULHERES PROSSEGUEM NO MUNDIAL

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

Após as oito partidas da segunda fase classificatória, apenas as oito melhores classificadas prosseguem na luta pelo título mundial da Copa Qubica AMF.

CLASSIFICAÇÃO
(Posição, Nome, País, Total nas 32 linhas, Média)

1. Ghislaine van der Tol, Holanda, 6871, 214.72
2. Sharon Koh, Malásia, 6858, 214.31
3. Sun Hee Lee, Coréia, 6842, 213.81
4. Ann-Maree Putney, Austrália, 6801, 212.53
5. Tina Hulsch, Alemanha, 6770, 211.56
6. Aumi Guerra, República Dominicana, 6742, 210.69
7. Piritta Kantola, Finlândia, 6741, 210.66
8. Helen Johnsson, Suécia, 6735, 210.47

——————————————————————————-
9. Sofia Granda, Guatemala, 6723, 210.09
10. Jo Allsebrook, Inglaterra, 6705, 209.53
11. Ivonne Gross, Áustria, 6696, 209.25
12. Lynda Barnes, Estados Unidos, 6684, 208.88
13. Sue Abela, Ilha de Malta, 6632, 207.25
14. Daphne Tan, Cingapura, 6609, 206.53
15. Melody Yeung, Hong Kong, 6602, 206.31
16. Rocio Restrepo, Colômbia, 6596, 206.13
17. Sasha Luciano, Porto Rico, 6592, 206.00
18. Sandra Torrents, Espanha, 6584, 205.75
19. Liza del Rosario, Filipinas, 6581, 205.66
20. Olena Mischenko, Ucrânia, 6574, 205.44
21. Trine Simonsen, Dinamarca, 6549, 204.66
22. Rebeca Veloz, México, 6543, 204.47
23. Eugenia Tsarkova, Rússia, 6441, 201.28
24. Nofar Herskovitch, Israel, 6283, 196.34

(WC-16) MARCELO SUARTZ SEGUE NA LUTA … E BEM!

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

Na última rodada dessa primeira fase classificatória, o brasileiro Marcelo Suartz teve um início parecido com o de ontem fazendo 204 (ontem foi 212) e depois 246 (ontem foi 246), porém na terceira linha tropeçou num 188 (ontem foi 259), mas recuperou-se logo na seguinte com 254 (ontem foi 279).

Até agora, nas quatro primeiras linhas, o Marcelo fez 892 pontos (223 de média). Está com 225,05 na média geral.

Se fizer 511 pontos nas duas linhas finais ultrapassa o colombiano Andrez Gomes que está em terceiro com 5461 pontos. Se fizer 443 ultrapassa o norueguês Glenn-Morten Pedersen, que está em quarto.

Em primeiro está o australiano Jason Belmonte com 5606 pontos (233,58 de média), seguido pelo norte-americando Bill Hoffman com 5489 (228,71).

215 na quinta linha, debaixo de chicote, conforme diz o Rubinho. E com o 205 na última fechou a série com 1312 (218,66). No total das 24 linhas deu 5371 pontos, 223,79 de média, e o quinto lugar nessa fase, o que já garantiu o melhor desempenho brasileiro nos quarenta e três anos da Copa Mundial Qubica AMF.

Mas … ainda tem mais emoções!

(WC-15) O SEGUNDO PERFEITO DO MUNDIAL

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

O grego Argyrios Ketsetzis teve uma bela surpresa na terceira rodada. Depois de bater 254, 189, 202 e 173, acabou sendo premiado com o 29.o jogo perfeito masculino da história da Copa Mundial Qubica AMF (o 36.o no geral, considerando os seis femininos). Fez 203 na última, para fechar a série com 1321 pontos (220 de média).

Passou a noite comemorando … e … as conseqüências da festa vieram na quarta e última rodada (200, 176, 183, 180, 149 e 190), fechando a participação na Copa Mundial com 4794 pontos (média de 199,75).

OK, OK … entrou pra história!

(WC-14) ROSELI QUEBRA RECORDE MAS FICA FORA …

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

Faltou pouco para Roseli Santos conseguir classificar-se para a fase seguinte da Copa Mundial. Na última rodada, precisando fazer média superior a 200, ela conseguiu 183, 178, 181, 197, 169 e 213, totalizando 4636 pontos nas 24 linhas e média de 193,17. Ficou com o 34.o lugar.

Clique aqui e veja como foi a última série da Roseli, frame a frame.

Mesmo assim foi a melhor média feminina brasileira em toda a história da Copa Mundial Qubica AMF, nos vinte e um anos de participação das mulheres do Brasil em dezesseis edições.

Roseli participou pela segunda vez do maior evento de boliche do planeta. A primeira foi há dez anos (1997), na cidade do Cairo, Egito.

16) 2007 – Rússia – 34.ª – Roseli Santos (2) – 193,17
15) 2006 – Venezuela – 52.ª – Suzilene Ivata – 178,54
14) 2003 – Honduras – 30.ª – Luiza Rocha – 186,40
13) 2000 – Portugal – 42.ª – Marina Suartz – 174,00
12) 1999 – Estados Unidos – 28.ª – Lúcia Vieira – 192,12
11) 1998 – Japão – 37.ª – Dayse Silva (3) – 176,04
10) 1997 – Egito – 33.ª – Roseli Santos (1) – 184,95
9) 1996 – Irlanda do Norte – 35.ª – Tininha Muelas (2) – 177,95
8) 1995 – Brasil – 18.ª – Dayse Silva (2) – 190,62
7) 1994 – México – 23.ª – Dayse Silva (1) – 182,63
6) 1992 – França – 40.ª – Sarah Guterman – 166,63
5) 1991 – China – 35.ª – Cláudia Schester – 144,94
4) 1990 – Tailândia – 34.ª – Sandra Itoh – 154,38
3) 1989 – Irlanda – 30.ª – Jacque Costa – 166,77
2) 1988 – México – 31.ª – Marilza Yasuoka – 167,55
1) 1986 – Dinamarca – 20.ª – Tininha Muelas (1) – 177,38

(WC-13) FASE CLASSIFICATÓRIA: TERCEIRO DIA

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

A Roseli Santos jogou no primeiro turno (8h, hora local) e fez três ótimas partidas na primeira metade da série, 205+209+226, porém não manteve a precisão na segunda metade, 173+189+178, desperdiçando outra chance de melhorar sua classificação.

O total da série de hoje foi 1180, mais que no segundo dia (1145) e dez pontos menos que no primeiro (1190), no geral mantém uma boa média de 195,28 (3515 pontos) porém está no limite do corte das 24 melhores. Vamos torcer para que Roseli faça sua melhor série amanhã no último dia da classificação e prossiga na disputa.

Quer ver frame a frame as linhas da Roseli, nessa terceira rodada? Então clique aqui …

********************************************************

Era para ser ótimo, mas foi excelente, maravilhoso!!!

O Marcelo Suartz terminou agora de jogar a terceira partida do dia (13h em São Paulo, 18h em São Petersburgo) e apresentou uma espetacular ascensão. Começou com 212, acelerou com 246 e disparou com 259. Na classificação por média está em 9.o lugar.

Vamos aguardar agora o desempenho na metade final da rodada.

Uau! Melhor não poderia ser … 279 … abriu de wash-out mas encarrilhou até o final. Estou sentindo um cheiro de partida perfeita no ar …

Uau! Uau! Chegou perto … 275 …

Deus do Céu!!! Quanta adrenalina … 247 … fechou a série com 1.518 pontos , apenas 20 pinos a menos que o recorde da Copa Mundial.

Porém teve uma belíssima recompensa, fechando uma série de 800+ nas três últimas partidas com 279, 275 e 247 (801).

Um show!!! Ao final aproximaram-se repórteres, fotógrafos, nós brazucas, a Roseli segurando o choro de emoção, eu vibrando como se fosse um gol do Ronaldinho, o Rafael na torcida pé-quente, o xará Marcelo Dhers que acabava de chegar a Rússia.

Parabéns, garoto! Trabalhou muito, feito gente grande e profissional!

Clique aqui e veja a excelente performande do Marcelo.

Todos nós estamos orgulhosos do seu desempenho.

E amanhã tem mais … agüenta coração!

[img:marcelo_approach1.jpg,thumb,vazio]

(WC-12) 1538/6: UM RECORDE NA COPA MUNDIAL

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

O finlandês Petteri Salone, ganhador de quatro medalhas de ouro no Campeonato Europeu de 2005, realizado em Moscou, estabeleceu um novo recorde para seis partidas no segundo dia da fase classificatória.

Petteri detonou geral saindo com 247, depois 220, 256, 279, 279 e 257, totalizando 1538 pontos (média de 256,33). “Só” fez 380 pontos mais que tinha feito no dia anterior (1158). O torpedo da Finlândia foi tão potente que catapultou Petteri do 48.o lugar para o terceiro posto.

Quer ver como foi essa incrível série, frame a frame? Então clique aqui …

(WC-11) ERA PARA SER ÓTIMO, MAS FOI APENAS BOM …

43.ª COPA MUNDIAL DE BOLICHE QUBICA AMF
3 a 11 de novembro de 2007 – Continental Bowling – São Petersburgo, Rússia

O brasileiro Marcelo Suartz começou disposto a fazer uma ótima série nessa segunda rodada da Copa Mundial.

Logo na primeira partida (213) percebeu que poderia cumprir o prometido. Comparando com a série de ontem, a primeira, fez 33 pontos a mais.

Prosseguiu firme com 214, mantendo a diferença para a soma do dia anterior nos mesmos 33 pontos.

Deu uma pequena diminuída no ritmo com 196 mas, mesmo assim, fez 623 nas três primeiras, 60 pontos a mais que a série de ontem.

Retomou com 211, mas dimininuiu a diferença da série anterior para 23 pontos.

Armou bem com 223 na penúltima, mas um erro na escolha de bola na partida final (178) atrapalhou os planos iniciais, terminando com 1235 pontos e média da série em 205,83 (71 pontos a menos que ontem).

Nas doze partidas, Marcelo está com 2541 pontos e média de 211,75. Está entre os 24 que passam para a fase seguinte, ocupando agora a 16.a posição, a 50 pontos do oitavo colocado.

PS: Quer ver as planilhas frame a frame das partidas do Marcelo? Então …
> clique aqui para ver a primeira série de 6 partidas
> clique aqui para ver a segunda série de 6 partidas

A brasileira Roseli Santos também encontrou dificuldades na rodada de hoje.

Ela disse que existe uma diferença entre os blocos de pistas, separados por colunas (são três linhas de quatro colunas cada, entre as 32 pistas). Na leitura que fez das pistas, Roseli disse que equivocou-se com as trilhas de óleo e não acertou na escolha das bolas.

Até que o início foi animador (200 e 213), mas a partir da terceira linha (188) começou a complicar-se (173, 199 e 172), fechando a série com 1145 pontos (média de 190,85), totalizando 2335 nos dois dias (194,58) na média geral.

PS: Quer ver as planilhas frame a frame das partidas da Roseli? Então …
> clique aqui para ver a primeira série de 6 partidas
> clique aqui para ver a segunda série de 6 partidas

Não há de ser nada … amanhã a dupla brasileira tem outra chance. Oba!