A CONFEDERAÇÃO SÓ QUER ENCHER O SACO

Com o ouro no peito, César Cielo abre fogo.

Campeão olímpico dispara contra a Confederação e avisa: ‘Agora eles estão na minha mão. Vão ter que me aturar nos próximos quatro anos’

do site Globo Esporte
Julyana Travaglia
São Paulo

César Cielo abriu mão de disputar o Troféu José Finkel, em São Paulo, e não precisou dar nenhuma braçada para ser o centro das atenções nesta terça-feira no Corinthians, que abriga a competição. Com o prestígio de quem foi a Pequim e voltou com um ouro e um bronze, o nadador soltou o verbo contra a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). Chateado com a falta de reconhecimento da entidade, o campeão olímpico não economizou nas palavras.

– Só recebi parabéns até agora. Estou na mesma situação em que estava antes das Olimpíadas. Não associo minha imagem à CBDA, que só quer encher o saco – desabafou Cielo nesta terça-feira, isentando apenas o coordenador técnico da entidade, Ricardo Moura, responsável por integrar o australiano Brett Hawke, treinador do brasileiro, à comissão técnica da seleção em Pequim.

Com o ouro no peito, o atleta conta que, agora, pode falar o que pensa. Diz que, se não conquistasse as medalhas em Pequim, seria detonado pela Confederação. Irritado, afirma ainda que não ganhou um só centavo com a vitória e que, no Brasil, é preciso chorar até pelas pequenas coisas.

– Sei que alguém vai me dar um prêmio, mas não sei quem é e não sei quanto é. O único dinheiro que vi até agora foi o do desfile. Mas isso é com o meu pai. Aqui no Brasil, a gente tem que chorar até por um maiô.

Cielo citou alguns momentos que o fizeram se irritar com a CBDA: o corte de patrocínios em 2006, a revolta da confederação com a sua ida para os EUA e, principalmente, sua ausência no encontro com o Presidente Lula, no Palácio do Planalto.

– Paguei várias competições do meu bolso por ser atleta profissional. Às vezes, os Correios dão uma grana, mas enrolam. De 2006 até o Pan-Americano, meu pai bancou tudo. Só nesta temporada, já gastamos US$ 2.500 (cerca de R$ 4 mil). Mas o cúmulo foi a cobrança da CBDA em cima dos pais sobre a minha ida ao Planalto. Eu estava nos EUA, e a confederação ficava ligando para os meus pais, atrapalhando o serviço deles.

Cielo disse que muitas informações só vieram à tona agora, já que seus pais, querendo poupá-lo para as Olimpíadas, não contavam nada. Os telefonemas, por exemplo, só chegaram ao conhecimento do nadador agora. Contrariado, ele afirma que a CBDA vai ter de aturá-lo nos próximos quatro anos.

– Agora eles estão na minha mão. Sou campeão olímpico. Vão ter que me aturar pelos próximos quatro anos. O que eles fizerem agora vai voltar para eles. Estou falando porque quero que todo mundo saiba a verdade.

Procurado pela reportagem do GLOBOESPORTE.COM, o presidente da CBDA, Coaracy Nunes, não quis comentar o assunto e culpou a imprensa.

– Não tenho nada a dizer. Ao invés de ajudar, vocês só atrapalham.
————————————————————————————————————————————-
O que a natação tem a ver com o Boliche? Nada, nada, nada!

8 Respostas para “A CONFEDERAÇÃO SÓ QUER ENCHER O SACO

  1. O Cielo tá certíssimo, as medalhas dele pertencem a ele e à familia que o apoiou. Foi para os EUA e aprimorou a técnica e se tornou profissional. Agora tem um bando de hienas que querem tirar casquinha das medalhas. Em época de eleição o Brasil se torna muito feio…

  2. Helio de Freitas

    O Cielo pode até não ter nada a ver com o boliche. Mas os problemas que ele enfrenta todos nós conhemos muito bem.

  3. Pessoal, o Cielo hoje disse que muito do que falou era injusto e pediu desculpa a CBDA, usando inclusive o bone da confederação.

  4. Pois é, alguma “coisa” rolou e daqui á pouco vamos ver um belo patrocinio bancando o moço….

  5. clair smaniotto

    E olha que o esporte dele, a sua modalidade, é campeão olimpico, imaginemos nós que nem participamos da olimpiada e que “na disputa no PAN o Nuzmann disse que ele era totalmente contra a participação dos 7 esportes convidados a exceção do Futebol de Salão. Declaração dele NUZMANN “pra mim esporte tem que dar público caso contrario não é esporte e não se tem midia”.

  6. Acho que ele tem toda razão pra falar o que falou, só não entendo porque pediu desculpas logo depois?!?! Ele não falaria o que falou se não tivesse acontecido e aborrecido seus familiares… Será que rolou um “$cala a boca$?”

  7. Se a gente for olhar o passado do nosso boliche encontraremos situações semelhantes. Tem atleta que se cala para não perder uma convocação, ou passagem, ou patrocínio. Porém se juntarmos tudo isso que aconteceu no boliche, não deve ser 10% do cala boca do Cielo. Cada um, cada um.

  8. Sarah Guterman

    E tem os que não se calam e se ferram… nem seletiva o deixam disputar…. são massacrados até a sua desistência do esporte.
    Conheço alguém que sabe muito bem o que é isso….
    Seleção feminina com menos jogadoras, por contar com cada vez menos atletas para participarem dos eventos….
    Triste fim para o nosso esporte…. tsc tsc tsc
    Eternamente amador e não olímpico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s