Arquivo do dia: 13/11/2008

44.ª COPA MUNDIAL (26): QUARTAS-DE-FINAL – HOMENS

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

Terminou na tarde dessa quinta-feira mexicana a série de oito partidas das Quartas-de-final (Divisão Masculina).
Continuar lendo

Anúncios

44.ª COPA MUNDIAL (25): ZULMAZRAN 300

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

O simpático malaio de nome quase impronunciável, Zulmazran Zulkifli, acaba de fazer o 43.º jogo perfeito da história da Copa Mundial, o 34.º masculino. Foi na segunda partida das quartas-de-final.
Continuar lendo

44.ª COPA MUNDIAL (24): QUARTAS-DE-FINAL – MULHERES

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

Terminou na manhã dessa quinta-feira mexicana a série de oito partidas das Quartas-de-final (Divisão Feminina). As três primeira colocadas, Jasmine Yeong-Nathan (Cingapura), Ann-Maree Putney (Austrália) e Helén Johnsson (Suécia) mantiveram suas posições.

A inglesa Zara Glover subiu duas posições e foi a melhor na série de hoje (1852 pontos – média de 231,50).

O destaque foi a espetacular reação da norte-americana Shannon Pluhowsky que saiu da 14.ª posição para a 7.ª graças a ótima série de 1765 pontos (220,63) com 205, 225, 194, 180, 258, 242, 246 e 215 e tomou o lugar de Sara Vargas.

A canadense Jennifer Park também deu um grande salto na classificação, saindo da 13.ª para a 8.ª posição, justamente a de corte para o Round Robin final, ocupando a posição que era da alemã Tina Hulsch.

O pior desempenho ficou com a colombiana Sara Vargas que caiu da 5.ª para a 15.ª posição devido a fracos 185, 167, 196, 190, 184, 182, 174 e 235 (1513 pontos, média de 189,13). Sara teve a companhia no infortúnio da alemã Tina Hulsch, que despencou da 8.ª para a 15.ª posição.

As 15h em Hermosillo, 21h aí no Brasil, começam as oito partidas do Round Robin que vai definir as 3 jogadoras que vão para a final amanhã, sexta-feira, a partir das 12h30 (Hermosillo) – 17h30 (Brasília).

Classificação das quartas-de-final:

(posição anterior, atual, alteração, nome, país, pontos após 32 partidas e média)
1 > 1 (0) Jasmine Yeong-Nathan, Cingapura, 7259, 226,84
2 > 2 (0) Ann-Maree Putney, Austrália, 7210, 225,31
3 > 3 (0) Helén Johnsson, Suécia, 7171, 224,09
6 > 4 (+2) Zara Glover, Inglaterra, 7048, 220,25
4 > 5 (-1) Krista Pöllänen, Finlândia, 6996, 218,63
7 > 6 (+1) Lisanne Breeschoten, Holanda, 6884, 215,13
14 > 7 (+7) Shannon Pluhowsky, Estados Unidos, 6832, 213,50
13 > 8 (+5) Jennifer Park, Canadá, 6798, 212,44

Ficaram fora do Round Robin:
9 > 9 (0) Isabelle Sacco, França , 6790, 212,19
11 > 10 (+1) Laura Rhoney, Escócia, 6781, 211,91
12 > 11 (+1) Marie Ramirez, Costa Rica, 6736, 210,50
5 > 12 (-7) Sara Vargas, Colômbia, 6725, 210,16
10 > 13 (-3) Anne Gales, Dinamarca, 6704, 209,50
15 > 14 (+1) Esther Cheah, Malásia, 6695, 209,22
8 > 15 (-7) Tina Hulsch, Alemanha, 6687, 208,97
17 > 16 (+1) Ann Louise Haugen, Noruega, 6642, 207,56
18 > 17 (+1) Kang Hyun-Jin, Coréia,6609, 206,53
20 > 18 (+2) Patricia Klug, Áustria, 6597, 206,16
16 > 19 (-3) Ayano Katai, Japão, 6549, 204,66
21 > 20 (+1) Ingellimar Contreras, Venezuela, 6489, 202,78
19 > 21 (-2) Edissa Andrade, Panamá, 6469, 202,16
23 > 22 (+1) Michelle Ayala, Porto Rico, 6466, 202,06
22 > 23 (-1) Aumi Guerra, República Dominicana, 6458, 201,81
24 > 24 (0) Katrien Goossens, Bélgica, 6408, 200,25

44.ª COPA MUNDIAL (23): OS 24 MELHORES HOMENS

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

O norte-americano do Team USA, Derek Eoff manteve sua liderança até o último dia das preliminares masculinas. Dos 82 participantes apenas os 24 melhores continuam na competição.

Eoff fez 1344 pontos nesta quarta-feira, totalizando 5500 pontos e média de 229,17.

O malaio Zulmazran Zulkifli pulou do quinto para o segundo lugar após fazer a segunda maior série dessa fase (1437). Zulkifli ficou a 98 pinos do líder com 5402 pontos e média de 225,08.

O sueco Martin Larsen subiu uma posição e terminou no terceiro lugar com 5326 pontos (221,92).

O canadense Jack Guay caiu da segunda para a quarta posição e fez 5281 pontos (220,04).

O grego Leonidas Maragkos fez 244,66 de média nesta quarta-feira e conseguiu a maior série dessa fase, após bater 268, 248, 256, 214, 258 e 224 (1468), totalizando 5268 pinos (219.50), saltando da 15.ª para a 7.ª posição.

“Não fiz nada de diferente hoje mas a D.ª Sorte estava comigo e os pinos que não caiam antes cairam facilmente hoje…” Maragkos comentou sorrindo.

A luta pela classificação foi tão acirrada entre aqueles que estavam nas posições mais próximas do corte, que os três últimos classificados, Jonathan Hocsman da Argentina, Choi Won-Young da Coréia e Marek Przezpolewski da Polônia ficaram do 22.º ao 24.º lugar empatados com 4988 pontos (média de 207,83).

O quarto dia dessa fase preliminar não teve nenhum jogo perfeito (300 pontos).

O russo Nikita Koshelev, o único homem até agora a fazer 300 nessa edição, despencou da 17.ª para a 29.ª posição, ficando fora da classificação, repetindo a mesma decepção que provocou na Eslovênia em 2005, quando ficou os três primeiros dias na zona classificatória mas se perdeu no último dia e ficou fora.

Agora eles jogarão 8 partidas na tarde dessa quinta-feira, carregando a pontuação até agora, para definirem os 8 melhores. Então os 8 classificadas jogam mais 8 partidas no sistema round-robin para definirem os 3 finalistas.

As finais serão exibidas ao vivo pela televisão mexicana (TelMex). O Sport Channel Eurosport2, também programou a transmissão para esta sexta-feira (22h30).

A Classsificação ficou assim:

(posição, nome, país, maior partida, pontos, média, diferença para 24.º)
1.º – Derek Eoff, Estados Unidos, 287, 5500, 229.17, +512
2.º – Zulmazran Zulkifli, Malásia, 279, 5402, 225.08, +414
3.º – Martin Larsen, Suécia, 267, 5326, 221.92, +338
4.º – Jack Guay, Canadá, 258, 5281, 220.04, +293
5.º – Hussain Al SuwadiI, Emirados Árabes, 268, 5276, 219.83, +288
6.º – Paul Stott, Irlanda, 264, 5275, 219.79, +287
7.º – Leonidas Maragkos, Grécia, 268, 5268, 219.50, +280
8.º – Francois Sacco, França, 275, 5260, 219.17, +272
9.º – Sami Konsteri, Finlândia, 268, 5258, 219.08, +270
10.º – Luis Rodríguez, Porto Rico, 278, 5205, 216.88, +217
11.º – Rodolfo Corona, México, 268, 5172, 215.50, +184
12.º – Hans-Jürgen Müller, Alemanha, 279, 5165, 215.21, +177
13.º – Chris Vandamme, Bélgica, 268, 5135, 213.96, +147
14.º – Jimmy Mortensen, Dinamarca, 263, 5126, 213.58, +138
15.º – Pithakvarakorn Phiriyahbhoon, Tailândia, 254, 5104, 212.67, +116
16.º – Zilvinas Perminas, Lituânia, 279, 5069, 211.21, +81
17.º – Guy Caminsky, África do Sul, 268, 5039, 209.96, +51
18.º – Adrian Judd, Nova Zelândia, 240, 5029, 209.54, +41
19.º – George Frilingos, Austrália, 257, 5020, 209.17, +32
20.º – Francisco Sanchez, El Salvador, 276, 5002, 208.42, +14
21.º – Mads Sandbækken, Noruega, 247, 5001, 208.38, +13
22.º – Won-young Choi, Coréia, 269, 4988, 207.83, 0
23.º – Marek Przezpolewski, Polônia, 264, 4988, 207.83, 0
24.º – Jonathan Hocsman, Argentina, 267, 4988, 207.83, 0

Por dois spares e alguns pinos ficaram fora da classificação:
25.º – Erwin Pascual, Espanha, 279, 4963, 206.79, -25
26.º – Andres Fallas, Costa Rica, 256, 4961, 206.71, -27

Pela falta de ligues ficaram fora:
27.º – Shaun Macloed, Escócia, 257, 4940, 205.83, -48
28.º – Karel Kutina, República Checa, 245, 4936, 205.67, -52

E mais um que fez partida perfeita ficou fora:
29.º – Nikita Koshelev, Rússia, 300, 4930, 205.42, -58

Os homens que fizeram média acima de 200 foram quase o dobro das mulheres:
30.º – Ryan Press., Irlanda do Norte, 245, 4924, 205.17, -64
31.º – Yu-Wen Lee, Cingapura, 258, 4923, 205.13, -65
32.º – Maarten Pittens, Holanda, 258, 4923, 205.13, -65
33.º – Kairat Baibolatov, Cazaquistão, 247, 4917, 204.88, -71
34.º – Jay Leon Guerrero, Ilha de Guam, 278, 4916, 204.83, -72
35.º – Edmunds Jansons, Letônia, 255, 4894, 203.92, -94
36.º – AbdulHakim Al Saud, Arábia Saudita, 269, 4885, 203.54, -103
37.º – Mubarak Al Muraikhi, Qatar, 277, 4884, 203.50, -104
38.º – Katunori Hamada, Japão, 235, 4863, 202.63, -125
39.º – Kent Li, Hong Kong, 256, 4843, 201.79, -145
40.º – Rahul Solanki, Índia, 256, 4834, 201.42, -154
41.º – Renan Zoghaib, Brasil, 279, 4831, 201.29, -157
42.º – Juan Morales, Guatemala, 248, 4827, 201.13, -161
43.º – Jon Ingi, Islândia, 232, 4808, 200.33, -180

Voltaram pra casa sem duque de média:
44.º – Hernan Ramirez, Venezuela, 237, 4799, 199.96, -189
45.º – Jeffrey Carabeo, Filipinas, 243, 4793, 199.71, -195
46.º – Nick Froggatt, Inglaterra, 267, 4777, 199.04, -211
47.º – Manino Fernandez, República Dominicana, 258, 4777, 199.04, -211
48.º – Marco Reviglio, Itália, 245, 4776, 199.00, -212
49.º – Andreas Karystianos, Chipre, 240, 4754, 198.08, -234
50.º – Sergey Babyuk, Moldóvia, 259, 4723, 196.79, -265
51.º – Omer Oren, Israel, 256, 4721, 196.71, -267
52.º – Barlas Kontas, Turquia, 268, 4718, 196.58, -270
53.º – Lorenzo Young, Panamá, 258, 4701, 195.88, -287
54.º – Roman Furbacher, Áustria, 252, 4675, 194.79, -313
55.º – Lok Hei ieong, Macau, 234, 4673, 194.71, -315
56.º – Richard Henriquez, Aruba, 253, 4665, 194.38, -323
57.º – Samir Daou, Curaçao, 234, 4618, 192.42, -370
58.º – Diego Peña Noble, Catalunha, 267, 4616, 192.33, -372
59.º – Diogenes Saverio, Equador, 227, 4600, 191.67, -388
60.º – Rafael Demichelli, Peru, 247, 4555, 189.79, -433
61.º – Garry Hale, Guernsey, 235, 4548, 189.50, -440
62.º – Bertalan Puskas, Hungria, 241, 4519, 188.29, -469
63.º – Christophe Guimaraes, Portugal, 254, 4516, 188.17, -472
64.º – Iurii Grynyk, Ucrânia, 242, 4499, 187.46, -489
65.º – Marin Tranier, Nova Caledônia, 276, 4469, 186.21, -519
66.º – Surat Makhkamov, Uzbequistão, 223, 4464, 186.00, -524
67.º – Graham Dalton, Wales, 253, 4458, 185.75, -530
68.º – Ladislav Frunyo, Eslováquia, 247, 4456, 185.67, -532
69.º – Lino Erzen, Eslovenia, 230, 4450, 185.42, -538
70.º – Maurice Talane, Guiana Francesa, 246, 4440, 185.00, -548
71.º – Kendall Laitano, Honduras, 217, 4423, 184.29, -565
72.º – Abdullah Al Amoudi, Yemen, 235, 4422, 184.25, -566
73.º – Patrice Esparon, Reunion, 217, 4400, 183.33, -588
74.º – Al Bethel, Bahamas, 246, 4365, 181.88, -623
75.º – Steeve Thia Song Fat, Ilhas Maurício, 247, 4353, 181.38, -635
76.º – Theo Keel, Suiça, 235, 4319, 179.96, -669
77.º – Nick Cayzer, Ilha de Man, 210, 4307, 179.46, -681
78.º – Charles De La Rosa, Gibraltar, 231, 4288, 178.67, -700
79.º – Michael Orru, Etiópia, 226, 4253, 177.21, -735
80.º – JP Rabet, Ilha de Jersey, 232, 4253, 177.21, -735
81.º – Hector Caceres, Uruguai, 222, 4113, 171.38, -875

E um amigo português que conheci na Eslovênia ficou na lanterna,
tal qual sua conterrânea:
82.º – Francisco Pontes, Açores, 202, 4052, 168.83, -936

44.ª COPA MUNDIAL (22): O BRASILEIRO RENAN

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

TERMINOU COMO QUERIA TER COMEÇADO.

O representante brasileiro, Renan Zoghaib, encerrou sua participação na 44.ª Copa Mundial como um grande campeão. Após dois primeiros dias irregulares, um terceiro dia razoável, fez a sexta maior média no último dia, com 1378 pontos (229,67 de média).

Renan foi superado apenas pelo grego Maragkos que bateu a maior série dos quatro dias com 1468 pontos, pelo malaio Zulkifli que fez 1437, pelo belga Vandamme que fez 1406, pelo guamaense(?) Guerrero com 1393 e pelo sul-africano Caminsky com 1389. Empatado com os mesmos 1378 pontos ficou o alemão Müller.

Na primeira rodada fez 168, 200, 182, 173, 175, 202 = 1100 (183,33)
clique aqui para ver frame&frame
Na segunda rodada fez 178, 236, 170, 171, 202, 209 = 1166 (194,33)
clique aqui para ver frame&frame
Na terceira rodada fez 188, 227, 182, 214, 206, 170 = 1187 (197,83)
clique aqui para ver frame&frame
Na quarta rodada fez 245, 223, 224, 227, 180, 279 = 1378 (229,67)
clique aqui para ver frame&frame

O total chegou aos 4.831 pontos e média geral de 201,29. “Sinceramente não consegui entender o que aconteceu. No último dia joguei como nos outros primeiros, apenas lixei um pouco mais a bola.” concluiu Renan.