Arquivo do mês: novembro 2008

44.ª COPA MUNDIAL (22): O BRASILEIRO RENAN

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

TERMINOU COMO QUERIA TER COMEÇADO.

O representante brasileiro, Renan Zoghaib, encerrou sua participação na 44.ª Copa Mundial como um grande campeão. Após dois primeiros dias irregulares, um terceiro dia razoável, fez a sexta maior média no último dia, com 1378 pontos (229,67 de média).

Renan foi superado apenas pelo grego Maragkos que bateu a maior série dos quatro dias com 1468 pontos, pelo malaio Zulkifli que fez 1437, pelo belga Vandamme que fez 1406, pelo guamaense(?) Guerrero com 1393 e pelo sul-africano Caminsky com 1389. Empatado com os mesmos 1378 pontos ficou o alemão Müller.

Na primeira rodada fez 168, 200, 182, 173, 175, 202 = 1100 (183,33)
clique aqui para ver frame&frame
Na segunda rodada fez 178, 236, 170, 171, 202, 209 = 1166 (194,33)
clique aqui para ver frame&frame
Na terceira rodada fez 188, 227, 182, 214, 206, 170 = 1187 (197,83)
clique aqui para ver frame&frame
Na quarta rodada fez 245, 223, 224, 227, 180, 279 = 1378 (229,67)
clique aqui para ver frame&frame

O total chegou aos 4.831 pontos e média geral de 201,29. “Sinceramente não consegui entender o que aconteceu. No último dia joguei como nos outros primeiros, apenas lixei um pouco mais a bola.” concluiu Renan.

44.ª COPA MUNDIAL (21): AS 24 MELHORES MULHERES

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

A fase classificatória das mulheres terminou na manhã desta quarta-feira. Todas as 24 classificadas fizeram média acima dos 200 pontos. A média geral das 63 participantes foi 192,50.

Jasmine Yeong-Nathan, 20 anos, da seleção nacional de Cingapura foi a líder com folga ao final das 24 partidas com a ótima média de 228,21 (5477 pontos, 675 a mais que a 24.ª colocada), e a maior partida dela foi perfeita (300).

Na defesa do título que ganhou no ano passado, a australiana Ann-Maree Putney começou bem o último dia dessa fase com um sólido 280 e terminou no segundo lugar com 5370 pontos (223,75).

A colombiana Sara Vargas, que fez o primeiro dos três 300 femininos, até agora, conseguiu manter a quinta posição com 5212 pontos (217,17).

Agora elas jogarão 8 partidas na manhã dessa quinta-feira, carregando a pontuação até agora, para definirem as 8 melhores. Então as 8 classificadas jogam 8 partidas no sistema round-robin para definirem as 3 finalistas.

As finais serão exibidas ao vivo pela televisão mexicana (TelMex). O Sport Channel Eurosport2, também programou a transmissão para esta sexta-feira (22h30).

A Classsificação ficou assim

(posição, nome, país, pontos após 24 partidas, média, diferença para a 24.ª)
1.ª – Jasmine Yeong-Nathan, Cingapura, 5477, 228.21, 675
2.ª – Ann-Maree Putney, Austrália, 5370, 223.75, 568
3.ª – Helén Johnsson, Suécia, 5364, 223.50, 562
4.ª – Krista Pöllänen, Finlândia, 5345, 222.71, 543
5.ª – Sara Vargas, Colômbia, 5212, 217.17, 410
6.ª – Zara Glover, Inglaterra, 5196, 216.50, 394
7.ª – Lisanne Breeschoten, Holanda, 5191, 216.29, 389
8.ª – Tina Hulsch, Alemanha, 5149, 214.54, 347
9.ª – Isabelle Sacco, França, 5122, 213.42, 320
10.ª – Anne Gales, Dinamarca, 5111, 212.96, 309
11.ª – Laura Rhoney, Escócia, 5100, 212.50, 298
12.ª – Marie Ramirez, Costa Rica, 5093, 212.21, 291
13.ª – Jennifer Park, Canadá, 5067, 211.13, 265
14.ª – Shannon Pluhowsky, Estados Unidos, 5067, 211.13, 265
15.ª – Esther Cheah, Malásia, 5045, 210.21, 243
16.ª – Ayano Katai, Japão, 4976, 207.33, 174
17.ª – Ann Louise Haugen, Noruega, 4946, 206.08, 144
18.ª – Kang Hyun-Jin, Coréia, 4912, 204.67, 110
19.ª – Edissa Andrade, Panamá, 4894, 203.92, 92
20.ª – Patricia Klug, Àustria, 4892, 203.83, 90
21.ª – Ingellimar Contreras, Venezuela, 4868, 202.83, 66
22.ª – Aumi Guerra, República Dominicana, 4837, 201.54, 35
23.ª – Michelle Ayala, Porto Rico, 4837, 201.54, 35
24.ª – Katrien Goossens, Bélgica, 4802, 200.08, 0

A chinesa que fez 300 não conseguiu classificar-se pois ficou na posição
25.ª – Cookie Lee, Hong Kong, 4780, 199.17, -22

As demais que ficaram fora:
26.ª – Nina Burmistrova, Ucrânia, 4767, 198.63, -35
27.ª – Beatrix Pesek, Hungria, 4703, 195.96, -99
28.ª – Kimberly Lao, Filipinas, 4681, 195.04, -121
29.ª – Belinda Tan, Nova Zelândia, 4678, 194.92, -124
30.ª – Myria Kastori, Chipre, 4664, 194.33, -138
31.ª – Teresa Fasano, Itália, 4657, 194.04, -145
32.ª – Astrid Carlín, Peru, 4644, 193.50, -158
33.ª – Mor Aviram, Israel, 4620, 192.50, -182
34.ª – Galina Maslova, Rússia, 4618, 192.42, -184
35.ª – Aida Granillo, El Salvador, 4578, 190.75, -224
36.ª – Gabriela Padilla, México, 4565, 190.21, -237
37.ª – Daria Pajak, Polônia, 4535, 188.96, -267
38.ª – Tatjana Kozemjakina, Letônia, 4532, 188.83, -270
39.ª – Bigi Manico, Suiça, 4496, 187.33, -306
40.ª – Michaela Blažeková, Eslováquia, 4488, 187.00, -314
41.ª – Veronica Solozhenkina, Cazaquistão, 4484, 186.83, -318
42.ª – Samy-Anna Saba, Egito, 4478, 186.58, -324
43.ª – Filomena Choi, Macau, 4464, 186.00, -338
44.ª – Susette Croes, Aruba, 4432, 184.67, -370
45.ª – Christine Robinson, Irlanda do Norte, 4427, 184.46, -375
46.ª – Uliana Grosu, Moldóvia, 4424, 184.33, -378
47.ª – Daiva Perminiene, Lituânia, 4393, 183.04, -409
48.ª – Dominique Merlo, Reunion, 4321, 180.04, -481
49.ª – Justina Sturrup, Bahamas, 4302, 179.25, -500
50.ª – Orquidea Cerca, Portugal, 4299, 179.13, -503
51.ª – Alexandra Zorba, Grécia, 4267, 177.79, -535
52.ª – Karmen Lukša, Eslovênia, 4201, 175.04, -601
53.ª – Blanka Hanusikova, República Checa, 4181, 174.21, -621
54.ª – Katia Abrao, Brasil, 4053, 168.88, -749
55.ª – Mariem Naloufi, Tunísia, 4001, 166.71, -801
56.ª – Sue Thomas, Ilha de Wales, 3954, 164.75, -848
57.ª – Rafaela Sanchez, Catalônia, 3937, 164.04, -865
58.ª – Paloma de la Barrera, Espanha, 3919, 163.29, -883
59.ª – Herodawit Desalegn, Etiópia, 3900, 162.50, -902
60.ª – Chantelle Jones, Ilha de Guernsey, 3834, 159.75, -968
61.ª – Lola Madraimova, Uzbequistão, 3788, 157.83, -1014
62.ª – Isabelle Moinet, Guiana Francesa, 3736, 155.67, -1066
63.ª – Antonieta Costa, Açores, 3528, 147.00, -1274

44.ª COPA MUNDIAL (20): 3.º DIA – HOMENS

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

O norte-americano Derek Eoff manteve a liderança ao final do terceiro dia de competições, com a média de 227,66.

O canadende Jack Guay pulou para a segunda posição graças a maior série dele até agora (1397 – 232,83 de média). Jack foi o primeiro a fazer uma partida perfeita na Copa Mundial Qubica AMF, aqui mesmo em Hermosillo, só que na 30.ª edição em 1994. No ano seguinte ele entrou novamente para a história com o segundo jogo perfeito, em São Paulo, no Planet Bowling.

Os 24 melhores até agora são:

(posição, nome, país, pontos após 18 partidas, média e diferença para o 24.º)
1. Derek Eoff, Estados Unidos, 4156, 230.89, +422
2. Jack Guay, Canadá, 4053, 225.17, +319
3. Hussain Al-Suwaidi, Emirados Árabes, 4030, 223.89, +296
4. Martin Larsen, Suécia, 4005, 222.50, +271
5. Zulmazran Zulkifli, Malásia, 3965, 220.28, +231
6. Rodolfo Corona, México, 3938, 218.78, +204
7. Paul Stott, Irlanda, 3916, 217.56, +182
8. Jimmy Mortensen, Dinamarca, 3907, 217.06, +173
9. Sami Konsteri, Finlândia, 3902, 216.78, +168
10. Francois Sacco, França, 3886, 215.89, +152
11. Luis Rodríguez, Porto Rico, 3881, 215.61, +147
12. George Frilingos, Austrália, 3869, 214.94, +135
13. Pithakvarakorn Phiriyahbhoon, Tailândia, 3838, 213.22, +104
14. Andres Fallas, Costa Rica, 3816, 212.00, +82
15. Leonidas Maragkos, Grécia, 3800, 211.11, +66
16. Zilvinas Perminas, Lituânia, 3800, 211.11, +66
17. Nikita Koshelev, Rússia, 3798, 211.00, +64
18. Hans-Jürgen Müller, Alemanha, 3787, 210.39, +53
19. Mads Sandbækken, Noruega, 3781, 210.06, +47
20. Adrian Judd, Nova Zelândia, 3771, 209.50, +37
21. Erwin Pascual, Espanha, 3758, 208.78, +24
22. Choi Won-Young, Coréia, 3755, 208.61, +21
23. Shaun Macloed, Escócia, 3738, 207.67, +4
24. Jonathan Hocsman, Argentina, 3734, 207.44, 0

Com chances de entrarem na zona classificatória estão:
25. Chris Vandamme, Bélgica, 3729, 207.17, -5
26. Francisco Sanchez, El Salvador, 3713, 206.28, -21
27. Marek Przezpolewski, Pôlônia, 3713, 206.28, -21
28. Ryan Press, Northern Irlanda, 3706, 205.89, -28
29. Lee Yu-Wen, Cingapura, 3680, 204.44, -54
30. Maarten Pittens, Holanda, 3660, 203.33, -74
31. Guy Caminsky, África do Sul, 202.78, -84
32. Kairat Baibolatov, Cazaquistão, 3649, 202.72, -85
33. Mubarak Al Muraikhi, Qatar, 3649, 202.72, -85
34. Karel Kutina, República Checa, 3646, 202.56, -88
35. Kent Li, Hong Kong, 3641, 202.28, -93
36. Jon Ingi Ragnarsson, Islândia, 3641, 202.28, -93

Com poucas chances estão:
37. Omer Oren, Israel, 3621, 201.17, -113
38. Abdul Hakim Al Saud, Arábia Saudita, 3612, 200.67, -122
39. Katunori Hamada, Japão, 3608, 200.44, -126

À espera de um milagre estão:
40. Lorenzo Young, Panamá, 3600, 200.00, -134
41. Nick Froggatt, Inglaterra, 3598, 199.89, -136
42. Manino Fernandez, República Dominicana, 3597, 199.83, -137
43. Edmunds Jansons, Letônia, 3596, 199.78, -138
44. Jeffrey Carabeo, Filipinas, 3585, 199.17, -149
45. Hernan Ramirez, Venezuela, 3578, 198.78, -156

PBA 2008-09 (6): ULTIMATE “RECORDS”

Lumber Liquidators PBA Tour 2008-09
(evento 4) Ultimate Scoring Championship – 9 a 11 de novembro
Premiação: US$ 180,000.00
Taylor Lanes – Taylor, Michigan – EUA

Patrick Allen igualou o recorde PBA para a série de 14 partidas de forma espetacular. No primeiro dia ele fez 262 + 235 + 278 + 279 + 269 + 228 + 245, 1796 pontos (256,57 de média). Manteve o ritmo no segundo dia e detonou com 249 + 300 + 238 + 268 + 258 + 259 + 279, 1851 pontos (264,42 de média). No total fez a mesma pontuação (3.647, média de 260,50) que Eugene McCune em 2005 (El Paso, Texas)

Foram onze partidas perfeitas na fase classificatória (Round of 64), feitas por Ritchie Allen, Parker Bohn III (fez dois), Mitch Beasley, Edward Van Daniker Jr., Pete Weber, Patrick Allen, Sean Rash, Mike Wolfe, Tony Reyes and Steve Jaros.

Apesar do recorde Allen ficou fora na etapa “Round of 32”. Nessa fase mais aconteceram mais cinco 300: Patrick Allen fez mais um, Parker Bohn III também (o terceiro, só para combinar com o sobrenome), Robert Smith, Bill O´Neill e Mike Wolfe.

As oitavas-de-final foram assim:
[img:pba_ultimate_r16.jpg,full,vazio]

As quartas-de-final foram assim:
[img:ultimate_round8_1.jpg,resized,vazio]

Os quatro vencedores fizeram a final em 16 de novembro.

FINAIS:
Jogo 1: #8 Scroggins ganhou de #21 Smith por 238 a 205
Jogo 2: #3 Wolfe ganhou de #26 O’Neill por 237 a 215
Jogo Final: Wolfe ganhou de Scroggins por 246-206.

Classificação Final:
CAMPEÃO: Mike Wolfe – Prêmio US$ 25,000.00
VICE-CAMPEÃO: Mike Scroggins – US$13,000.00
3.º LUGAR: Bill O’Neill – US$ 6,000.00
4.º LUGAR: Robert Smith – US$6,000.00

Disputa Scroggins X Smith


Especial sobre condicionamento e a evolução dos jogos perfeitos (300)

Disputa Wolfe X O’Neill


Disputa final entre Wolfe e Scroggins


44.ª COPA MUNDIAL (19): 3.º DIA – MULHERES

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

Pela terceira vez o destaque é uma partida perfeita (300). O da rodade de hoje ficou por conta da chinesa de Hong Kong, Cookie Lee.

A cingapuriana Jasmine manteve a dianteira com boa folga, mas a campeã do ano passado, Ann-Maree Putney fez uma ótima série e saltou da quarta para a segunda posição, disposta a defender seu título.

(posição, nome, país, pontos, média, diferença para a 24.ª)
1. Jasmine Yeong-Nathan, Cingapura, 4210, 233.89, +621
2. Ann-Maree Putney, Austrália, 4013, 222.94, +424
3. Krista Pöllänen, Finlândia, 3982, 221.22, +393
4. Helén Johnsson, Suécia, 3949, 219.39, +360
5. Sara Vargas, Colômbia, 3895, 216.39, +306
6. Tina Hulsch, Alemanha, 3887, 215.94, +298
7. Anne Gales, Dinamarca, 3866, 214.78, +277
8. Marie Ramirez, Costa Rica, 3841, 213.39, +252
9. Laura Rhoney, Escócia, 3837, 213.17, +248
10. Shannon Pluhowsky, Estados Unidos, 3831, 212.83, +242
11. Esther Cheah, Malásia, 3831, 212.83, +242
12. Zara Glover, Inglaterra, 3830, 212.78, +241
13. Lisanne Breeschoten, Holanda, 3806, 211.44, +217
14. Isabelle Sacco, França, 3767, 209.28, +178
15. Ingellimar Contreras, Venezuela, 3746, 208.11, +157
16. Ayano Katai, Japão, 3732, 207.33, +143
17. Jennifer Park, Canadá, 3724, 206.89, +135
18. Katrien Goossens, Bélgica, 3676, 204.22, +87
19. Ann Louise Haugen, Noruega, 3648, 202.67, +59
20. Edissa Andrade, Panamá, 3643, 202.39, +54
21. Aumi Guerra, República Dominicana, 3635, 201.94, +46
22. Cookie Lee, Hong Kong, 3613, 200.72, +24
23. Kang Hyun-Jin, Coréia, 3596, 199.78, +7
24. Michelle Ayala, Porto Rico, 3589, 199.39, 0

E buscando entrar na zona classificatória estão:
25. Nina Burmistrova, Ucrânia, 3565, 198.06, -24
26. Patricia Klug, Áustria, 3560, 197.78, -29
27. Daria Pajak, Polônia, 3530, 196.11, -59
28. Teresa Fasano, Itália, 3528, 196.00, -61
29. Beatrix Pesek, Hungria, 3528, 196.00, -61
30. Belinda Tan, Nova Zelândia, 3512, 195.11, -77
31. Tatjana Kozemjakina, Letônia, 3505, 194.72, -84
32. Galina Maslova, Rússia, 3504, 194.67, -85
33. Gabriela Padilla, México, 3499, 194.39, -90
34. Mor Aviram, Israel, 3487, 193.72, -102
35. Astrid Carlín, Peru, 3454, 191.89, -135
36. Kimberly Lao, Filipinas, 3442, 191.22, -147
37. Aida Granillo, El Salvador, 3436, 190.89, -153
38. Filomena Choi, Macau, 3433, 190.72, -156

(para ver os resultados completos, clique aqui…)

44.ª COPA MUNDIAL (18): PERFEIÇÃO CHINESA!

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

Terceiro dia de competição feminina, terceira partida perfeita feminina. Desta vez o 300 é de Cookie Lee, que está representando Hong Kong e foi feito no par 1 e 2, na “ponta” e com parede…
[img:Hong_Kong_pq.JPG,full,vazio]
É o nono 300 feminino da história:
O primeiro foi feito em 1997 pela malaia Shalin Zulkifli (Cairo, Egito)
O segundo pela canadense Jill Friis em 1999 (Las Vegas, Estados Unidos)
O terceiro por outra canadense, Diane Buchanan em 2000 (Lisboa, Portual)
O quarto pela sul-africana Liza Paluzzi em 2002 (Riga, Letônia)
O quinto pela belga Wendy Bergen em 2004 (Cingapura)
O sexto pela escocesa Laura Rhoney em 2006 (Caracas, Venezuela)
O sétimo, oitavo e nono aconteceram nessa quadragésima quarta edição da Copa Mundial, um pela colombiana Sara Vargas, outro pela cingapuriana Jasmine Yeong-Nathan e esse da Coookie Lee.

44.ª COPA MUNDIAL (17): 2.º DIA – MULHERES

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

Segundo dia de competições femininas, segunda partida perfeita feminina. As mulheres que estão liderando a classificação estão com melhor performance que a divisão masculina.

O destaque merecido vai para Jasmine Yeong-Nathan de Cingapura, que teve um dia perfeito, maior média (234,67 – 2816 pontos) e um belo 300 na 12.ª partida.

Krista Pöllänen da Finlândia está na segunda posição com 228,25 de média (2739), seguida pela norte-americana Shannon Pluhowsky (2650 – 220,83) que é bi-campeã mundial (2002 em Riga/Letônia e 2004 em Cingapura).

A campeã mundial do ano passado, a australiana Ann-Maree Putney está bem classificada na 4.ª posição com 220,58 (2.647).

Kátia Abrão, que está jogando pelo Brasil está tendo um fraco desempenho em consequência, principalmente, da falta de treinamento e preparação adequada para um evento desse porte. Kátia, na verdade, estava pronta para a viagem, mas não estava preparada para a competição. Porém, não se pode negar o empenho e a dedicação que ela tem tido para representar dignamente o nosso país.

Após 12 partidas, o grupo das 24 que passarão para a próxima fase é esse:

(posição, nome, país, pontos, média, diferença para a 24.ª)
1.Jasmine Yeong-Nathan, Cingapura, 2816, 234.67, +448
2.Krista Pöllänen, Finlândia, 2739, 228.25, +371
3.Shannon Pluhowsky, Estados Unidos, 2650, 220.83, +282
4.Ann-Maree Putney, Austrália, 2647, 220.58, +279
5.Anne Gales, Dinamarca, 2636, 219.67, +268
6.Esther Cheah, Malásia, 2604, 217.00, +236
7.Helén Johnsson, Suécia, 2593, 216.08, +225
8.Sara Vargas, Colômbia, 2588, 215.67, +220
9.Tina Hulsch, Alemanha, 2577, 214.75, +209
10.Lisanne Breeschoten, Holanda, 2559, 213.25, +191
11.Zara Glover, Inglaterra, 2553, 212.75, +185
12.Marie Ramirez, Costa Rica, 2544, 212.00, +176
13.Ayano Katai, Japão, 2539, 211.58, +171
14.Laura Rhoney, Escócia, 2507, 208.92, +139
15.Jennifer Park, Canadá, 2494, 207.83, +126
16.Ingellimar Contreras, Venezuela, 2493, 207.75, +125
17.Ann Louise Haugen, Noruega, 2448, 204.00, +80
18.Kang Hyun-Jin, Coréia, 2431, 202.58, +63
19.Isabelle Sacco, França, 2427, 202.25, +59
20.Nina Burmistrova, Ucrânia, 2398, 199.83, +30
21.Patricia Klug, Áustria, 2393, 199.42, +25
22.Belinda Tan, Nova Zelândia, 2391, 199.25, +23
23.Edissa Andrade, Panamá, 2389, 199.08, +21
24.Daria Pajak, Polônia, 2368, 197.33, 0

E buscando entrar na zona classificatória estão:
25.Galina Maslova, Rússia, 2366, 197.17, -2
26.Aumi Guerra, República Dominicana, 2355, 196.25, -13
27.Tatjana Kozemjakina, Letônia, 2351, 195.92, -17
28.Beatrix Pesek, Hungria, 2348, 195.67, -20
28.Mor Aviram, Israel, 2348, 195.67, -20
30.Astrid Carlín, Peru, 2346, 195.50, -22
31.Aida Granillo, El Salvador, 2341, 195.08, -27
32.Katrien Goossens, Bélgica, 2336, 194.67, -32
33.Michelle Ayala, Porto Rico, 2329, 194.08, -39
34.Gabriela Padilla, México, 2322, 193.50, -46
35.Cookie Lee, Hong Kong, 2320, 193.33, -48
36.Filomena Choi, Macau, 2288, 190.67, -80
37.Kimberly Lao, Philippines, 2284, 190.33, -84
38.Teresa Fasano, Itália, 2261, 188.42, -107
39.Veronica Solozhenkina, Cazaquistão, 2257, 188.08, -111
40.Myria Kastori, Chipre, 2249, 187.42, -119

44.ª COPA MUNDIAL (16): JASMINE 300!

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

Acaba de sair a segunda partida perfeita feminina, a terceira deste mundial, a oitava feminina da história. A líder do all events (feminino e masculino), Jasmine Yeong-Nathan de Cingapura, fez 300 pontos na última partida da série de hoje. Jasmine está com 2.816 pontos e média de 234,67, superior aos 2.790 (232,50) do norte-americano Derek Eoff.

O curioso é que Jasmine vinha de uma linha “podre” de 182, após fazer 238, 208, 276 e 232. Fechou com chave de ouro a segunda série de seis partidas.

Para ver o vídeo dos últimos strikes da partida perfeita, clique aqui
[img:Singapore_pq.JPG,resized,vazio]
(foto por Hero Noda da Qubica AMF)

PBA 2008-09 (5): “RAY” PELA 45.ª VEZ!

Lumber Liquidators PBA Tour 2008-09
(evento 3) Lake County Indiana Golden Anniversary Championship – 4 a 9 de novembro
Olympia Lanes – Hammond, Indiana – EUA

[img:walter_45b.jpg,full,vazio]
O lendário Walter Ray Williams Jr. parece não cansar de ser campeão e quebrar recordes. Desta vez ele conquistou seu o 45.º título PBA ao vencer o Lake County Indiana.

Com esse título Williams Jr. mantém firme o seu reinado como o maior vencedor PBA de todos os tempos.

Como se não bastasse ele ainda lidera o ranking de premiação que já ultrapassou os quatro milhões de dólares (exatamente US$ 4,030,116.00).

A premiação final do Lake County Indiana ficou assim:
1. Walter Ray Williams Jr. ganhou US$ 25,000
2. Bill O’Neill ganhou US$ 13,000
3. Mike Scroggins ganhou US$ 6,000
4. Anthony LaCaze ganhou US$ 6,000

FINAIS:
Jogo #1: Williams ganhou de Scroggins, 258-222
Jogo #2: O’Neill ganhou de LaCaze, 235-214
Jogo Final : Williams ganhou de O’Neill, 246-202

Vídeo da disputa entre Williams X Scroggins


Especial sobre alguns dos 50 melhores PBA de todos os tempos

Disputa entre O´Neil e Lacaze



Final arrasadora de Williams sobre O’Neill


44.ª COPA MUNDIAL (15): 2.º DIA – HOMENS

7 a 15 de novembro de 2008
Hermosillo, México – Boliche Bol 300

Destaques do dia:
[img:Russia_pq.JPG,full,vazio]
Rússia: Nikita Kosholev merece o primeiro comentário por seu jogo perfeito (300 pontos), o 33.º da história da Copa Mundial de Boliche. Com o desempenho de hoje, Nikita saltou para a zona de classificação na 20.ª posição.
[img:Brazil_pq.JPG,full,vazio]
Brasil: Renan Zoghaib foi apenas 66 pinos melhor que ontem (178 + 236 + 170 + 171 + 202 + 209) e está na 66.ª posição com 2.266 pontos (média de 188,83) a 219 pontos da linha de corte.
[img:USA_pq.JPG,full,vazio]
Estados Unidos: Derek Eoff com 2.790 pontos (média de 232,50) está tranquilo na primeira posição, com 131 a mais que o segundo colocado, Hussain Al Suwadii dos Emirados Árabes Unidos (2.659 – 221,58).
[img:Canada_pq.JPG,full,vazio]
Canadá: Jack Guay, que foi o primeiro jogador da Copa Mundial a fazer um jogo perfeito (em Hermosillo, México, em 1994) e também o segundo (em São Paulo – 1995) está muito bem no terceiro lugar com 2.656 pontos (média de 221,33) empatado com o porto-riquenho Luis Rodríguez.

Os demais jogadores, que estão na zona de classificação são:
5. Zulmazran Zulkifli – Malásia -2653 – 221,08
6. Martin Larsen – Suécia – 2631 – 219,25
7. Paul Stott – Irlanda – 2622 – 218,50
8. Zilvinas Perminas – Lituânia – 2611 – 217,58
9. Adrian Judd – Nova Zelândia – 2608 – 217,33
10. Francois Sacco – França – 2599 – 216,58
11. Leonidas Maragkos – Grécia – 2597 – 216,42
12. Sami Konsteri – Finlândia – 2596 – 216,33
13. Andres Fallas – Costa Rica – 2578 – 214,83
14. Marek Przezpolewski – Polônia – 2565 – 213,75
15. Rodolfo Corona – México – 2552 – 212,67
16. Won-young Choi South – Coréia – 2551 – 212,58
17. Pithakvarakorn Phiriyahbhoon – Tailândia – 2549 – 212,42
18. Jimmy Mortensen – Dinamarca – 2522 – 210,17
18. Mads Sandbækken – Noruega – 2522 – 210,17
20. Nikita Koshelev – Rússia – 2521 – 210,08
21. Francisco Sanchez – El Salvador – 2518 – 209,83
22. George Frilingos – Austrália – 2515 – 209,58
23. Yu-Wen Lee – Cingapura – 2499 – 208,25
24. Jonathan Hocsman – Argentina – 2485 – 207,08

(* fotos de Hero Noda, fotógrafo oficial da Qubica AMF)