BENÊ VILLA E O TIME INÉDITO TWO-HANDED DELIVERY

Artigo original publicado no site www.bowlingdigital.com

O jornalista Americo Scheftsik, especialista em coberturas internacionais de campeonatos, copas e torneios de boliche, escreveu uma matéria interessante sobre um ousado projeto boliviano comandado pelo nosso conhecido Benê Villa, a qual transcrevo a seguir:

“Bolivia’s Two-Handed Project By Americo Scheftsik.”

Todos os participantes da equipe boliviana adotou o estilo “two-handed” no recente Campeonato Sul Americano 2008, disputado em Buenos Aires, capital argentina.

Durante a cerimônia de abertura desse campeonato observei, no desfile das delegações, alguma coisa incomum nas camisas dos integrantes do time boliviano. O logotipo oficial da equipe mostrava um jogador de boliche no approach com o estilo “two-handed” (no qual o saque da bola é feito com os dois braços ao mesmo tempo, sem a utilização do polegar no furo da bola).

Minha curiosidade aumentou quando vi que dois juvenis masculinos e todos os quatro adultos membros do time utilizavam o “approach two-handed”.

Embora dois seniores bolivianos jogassem de forma convencional, um deles, Guillhermo Padilla, de La Paz, explicou a existência do Projeto Bolívia, centralizado nas 16 pistas do centro de Santa Cruz de la Sierra, mais 10 na cidade de Cochabamba e 3 num boliche em construção na capital La Paz.

[img:2008SACBoliviaSebastiaNemtala.jpg,full,alinhar_esq]O projeto tem apenas seis meses de execução mas já produziu um campeão nacional em 2008, Sebastián Nemtala, um juvenil de Santa Cruz de la Sierra que também ganhou duas medalhas de bronze em Buenos Aires, uma na fase Individual Juvenil e uma na fase duplas com Ignacio Rojas (foto abaixo, Benê ao centro e Raoni à direita).
[img:bene_bolivia.jpg,resized,vazio]
O homem responsável pelo projeto é o “coach” paraguaio Benê Villa, auxiliado pelo técnico físico e psicólogo brasileiro, Raoni Dipoldi.

Ambos foram levados à Bolívia em maio do ano passado pelo presidente da Federação Boliviana de Boliche, Marcelo Garáfulic, com a intenção de preparar um time competitivo para os Jogos Bolivarianos de 2009, que serão disputados em Sucre, capital constitucional boliviana.

Benê Villa tem um longo histórico como treinador de grandes jogadores brasileiros da estatura de Rodrigo Hermes e Marcelo Suartz, porém ambos com approach convencional.

Villa disse-me que ele mesmo tinha lido muito sobre a técnica de “approach two-handed”, mas não tinha intenções de ensiná-la para a equipe quando chegou na Bolívia. Os jovens jogadores bolivianos viram o americano Cassidy Schaub nos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, utilizando o estilo “two-handed” no saque canhoto.

Eles ficaram ainda mais curiosos acompanhando os sucessos de Jason Belmonte e Osku Palermaa, ambos destros e adeptos do “approach two-handed”. Então perguntaram ao Benê “comos se joga assim?”. Tiveram a escolha e optaram por aprenderem dessa forma.

Benê Villa ficou surpreso com o progresso que seus pupilos estavam tendo, pois em apenas quatro meses eles alcançaram o mesmo nível que teriam após um ano treinando de forma convencional. Benê afirmou que a técnica é mais simples de aprender, porque tem menos variáveis para assimilar (alinhamento de ombros, cadência, deslize, etc.)

Sua experiência já fez da Bolívia o único país no mundo que tem um time completo fazendo o approach com as duas mãos ao mesmo tempo.

De volta à Toronto, com um um pin souvenir “two-handed”, eu o mostrei para o proprietário do nosso pro-shop, o PBA bowler Bill Rowe, que comentou, “Eu não me importaria em ter um jogador two-handed em minha equipe, talvez dois, mas todo o time creio que seria muito arriscado.”
[img:bene_bolivia2.jpg,resized,vazio]

4 Respostas para “BENÊ VILLA E O TIME INÉDITO TWO-HANDED DELIVERY

  1. Como tudo na vida…a parada é sempre trabalho….Parabéns Bene…que vcs consigam cada vez mais resultados brilhantes….abração

  2. aí meus parabens benê

    fico orgulhoso d vc

    q Deus ilumine sua carrera q kda dia vc consiga mais e mais

    abço²²

  3. Sergio Padial

    E aí COACH, beleza ???

    Saque com duas mãos ???? e o helicóptero, tá ensinando também ??? hehehehehe.

    Parabéns Benê, meu grande treinador. O Seu know-how está cada vez melhor, keep going.

    Bj.

  4. Parabéns pelos ótimos resultados, tenho acompanhado de longe o seu sucesso.
    Quando voltar para Rondonópolis quem sabe poderá me ajudar a jogar com essa nova técnica.
    Desde a Taça São Paulo gostei do estilo…
    Abraço
    Fernando Sucupira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s