VEIGA: 4 MESES APÓS A MORTE…

JL Veiga

JL Veiga

Ontem completaram-se quatro meses do falecimento de José Luiz Veiga, vítima de complicações cardíacas, aos 64 anos, na capital paulista. Veiga foi um grande campeão no passado e o maior e melhor organizador de eventos de boliche no Brasil nas últimas décadas. Foi o responsável direto pelo reconhecimento do Boliche como Esporte no Brasil, em 18 de julho de 1980,

após uma luta que durou 16 anos, iniciada em 30 de agosto de 1966. Participou ativamente da fundação da CBBOL (Confederação Brasileira de Boliche) e da FPBOL (Federação Paulista de Boliche).

Janice Couto, atleta paulista do E. C. Pinheiros, enviou, faz algum tempo, o link de uma poesia que JB Xavier escreveu em homenagem ao Veiga, a qual transcrevo abaixo:

A UM AMIGO QUE SE FOI

A José Luiz Veiga

Partiste, e és agora uma saudade,
E te foste sem alarde, tal como viveste,
E de todos os dons que recebeste
Dividiste o maior deles – a amizade…

Sei que estás a dividir o mesmo espaço
Com os anjos que em suas asas te levaram,
E há palavras que em meu peito não se calam
Por não tê-las dito a tempo, num abraço…

Da tua voz ainda ouço os sons da vida
Tua paz interior ainda me ensina,
Tu fizeste do amor tua doutrina,
Na candura navegaste a tua lida.

Mas o premio bem maior que tu mereces
Deixo aqui nesta poesia, meu amigo:
O prazer de ainda conviver contigo
Na saudade e no ardor de minhas preces.
* * *
JB Xavier (01.06.2009)
Original publicado no Recanto das Letras em 01/06/2009

Na Missa do 7.º dia do Veiga, foi distribuído um belo texto, atribuído a Santo Agostinho, como segue:

“A morte não é nada

Eu somente passei para o outro lado do caminho

Eu sou eu, vocês são vocês,
O que eu era para vocês,
Eu continuarei sendo.

Me dêem o nome que vocês sempre me deram,
Falem comigo como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas,
Eu estou vivendo no mundo do Criador.

Ao falarem de mim não utilizem um tom solene ou triste,
Continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos.

Sorriam, falem, pensem em mim.
Orem por mim.

Que meu nome seja pronunciado como sempre foi,
Sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.

A vida significa tudo o que ela sempre significou,
O fio não foi cortado.

Porque eu estaria fora de seus pensamentos,
Agora que estou apenas fora de suas vistas.

Eu não estou longe,
Apenas estou do outro lado do Caminho…

Você que aí ficou siga em frente,
A vida continua, linda e bela como sempre foi.

(In Memoriam de José Luiz Veiga)

6 Respostas para “VEIGA: 4 MESES APÓS A MORTE…

  1. Legal Janice,
    devemos lembrar sempre do Zé, com o carinho que ele sempre dedicou a todos nós.
    O boliche era a sua vida e temos que lembrar sempre disso, fazendo do boliche a cada dia uma atividade mais legal, mais alegre e mais séria também.
    O Zé sempre se dedicou a dignificar o boliche que ele lutou para ser reconhecido como esporte.
    Todos nós temos que cuidar bem do legado que ele nos deixou.

  2. eduardo fernandes

    Parabens pela justa HOMENAGEM!

  3. Hei moço!!! Liguei o PC agorinha e vc me fez chorar um choro de lembranças…
    e Felicidade de sentir o quanto vc é AMADO… é vc mesmo (VEIGA)
    Ah!!! Tenho uma fofoca prá te contar … no Brasileiro Individual sem vc ficamos três dias com listas erradas… uma confusão do cão… acertaram no ultimo dia….kkkkk
    O Maciel tava que nem peru na véspera do natal… tontinho… a mulherada em cima dele cobrando kkkkk… chegou a ser divertido!!! Tadinho… mas que eu saiba ele nem sabe lidar muito com essa máquina… já fofoquei demais… vai um beijão meu para vc onde estiver.
    Ah!! tudo que seus amigos dizem e falam de vc me emociona muito… acho que é porque já sou idosa (quase) e vamos nos encontrar qualquer dia.
    Beijão

  4. Olá, adorei o comentário que foi deixando no meu blo VI JICESC, onde falamos um pouquinho do boliche. Visitei o site de vcs e gostei muito.
    Obrigada.
    Abraços,
    Cláu do Val

  5. Bira gostaria de agradecer pelo brilhante trabalho que faz com o Boliche, pois manter o site sempre atualizado demanda muito tempo, e voce consegue com isso, fazer com que todos nós, interressados pelo esporte, fiquemos ligados e atualizados nas notícias.
    Parabéns e obrigada,

    Janice Couto

  6. Veiga.
    Carcará x Zhale (quantas lembranças)…………
    Você será sempre lembrado pela família carcariana,
    que via em você um lutador abnegado pelo nosso boliche.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s