BOLSA ATLETA NO BOLICHE RUMO AO PAN 2011

01/09/2011 às 10h32 – BOLSA-ATLETA RUMO AO PAN:

Atletas do boliche buscam ouro inédito Os Jogos Pan-americanos são o torneio internacional mais importante para os quatro atletas do boliche brasileiro que irão representar o país nos Jogos de Guadalajara, no México.

Dentro dessa linha, Marcelo Suartz, 23 anos, e Marizete Scheer, 36, beneficiados do programa Bolsa-Atleta do Ministério do Esporte, treinam duro para conquistar a primeira medalha de ouro nacional na modalidade. Márcio Vieira, 57, e Stephanie Martins, 19, completam a seleção nacional.

Estudante de marketing na Webber University, na Flórida, Marcelo faz parte da equipe de boliche da universidade e foi eleito o melhor jogador universitário dos Estados Unidos na temporada 2010/2011. Ele joga no melhor centro de treinamento de boliche do mundo, o Kegel Training Center, com quatro dos melhores técnicos de boliche, desde 2008.

Treino boliche seis vezes por semana e treino o físico em cinco. Agora, com menos de dois meses antes dos Jogos, estou me preparando muito psicologicamente, pois será crucial para um melhor desempenho neste Pan. Desde 2007, no Pan do Rio, dedico-me como nunca para poder ter a chance de representar o Brasil nessa edição e, principalmente, ter a chance de conseguir um resultado excelente para o país”, aponta o atleta.

De acordo com ele, o auxílio do Bolsa-Atleta é essencial para a preparação. “Sem a bolsa eu não teria condições de vir para os Estados Unidos e praticar um boliche de alto rendimento no circuito universitário americano, que possui custo bastante elevado. Certamente foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida financeiramente. Pude atingir meus objetivos e realizar os sonhos que sempre tive: fui o primeiro brasileiro a entrar no circuito universitário americano de boliche graças ao Programa Bolsa-Atleta”, destaca.

Para Marizete Scheer, os Jogos de Guadalajara são a concretização de um sonho. “Venho lutando para conseguir essa vaga desde 2007 e só agora consegui, em uma eliminatória emocionante, decidida na última partida do último dia. Estou superando muitas dificuldades para representar o Brasil com muita garra e determinação”, diz a jogadora.

Mineira de Belo Horizonte, Marizete realiza os treinamentos no Rio de Janeiro, onde há mais pistas de boliche.

Com a reformulação da lei do Bolsa-Atleta, beneficiados das modalidades não-olímpicas e não-paraolímpicas, como o boliche, receberão o auxílio de 2011 a partir do mês de setembro deste ano.

Atualmente, a prioridade para a concessão da bolsa se concentra nas modalidades pertencentes ao calendário olímpico e paraolímpico.

Márcio, Stephanie, Marizete, Marcelo

(notícia original enviada por César Maciel e publica no site do Ministério do Esporte na http://www.esporte.gov.br/ascom/noticiaDetalhe.jsp?idnoticia=7374)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s