ATLETAS BOLSISTAS DO MINISTÉRIO DO ESPORTE GANHAM MEDALHAS NOS CAMPEONATOS SUL-AMERICANOS DE BOLICHE

Poucos dias após a concessão de bolsa-atleta, os 7 (sete) atletas do Boliche brasileiro já conquistaram 25 medalhas internacionais (10 de prata e 15 de bronze) nos Campeonatos da Confederación Sudamericana de Bowling, (CSB) formada por 13 países (Argentina, Aruba, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Curaçao, Equador, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela).

Os Campeonatos Sul-Americanos de Boliche foram realizados de 15 a 20 de outubro de 2012, nas 24 pistas do NeoGeo Bowling, localizado no Shopping Internacional em Guarulhos/SP, com a participação de 146 atletas (80 homens e 66 mulheres) de 11 (onze) países, além do Brasil, da Argentina, Aruba, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Os bolsistas que subiram ao pódio conquistando 25 medalhas (10 de Prata e 15 de Bronze) foram:
Roseli Santos com 6 medalhas (3 de Prata e 3 de Bronze)
Roberta Rodrigues com 4 medalhas (2 de Prata e 2 de Bronze)
Stephanie Martins com 4 medalhas (1 de Prata e 3 de Bronze)
Marizete Scher com 3 medalhas (1 de Prata e 2 de Bronze)
Juliano Oliveira com 3 medalhas (1 de Prata e 2 de Bronze)
> Renan Zoghaib com 3 medalhas (1 de Prata e 2 de Bronze)
Márcio Vieira com 2 medalhas (1 de Prata e 1 de Bronze)

Na premiação geral o Brasil conquistou  29 (vinte e nove) medalhas, sendo 7 (sete) de OURO, 6 (seis) de PRATA e 16 (dezesseis) de BRONZE, distribuídas da seguinte forma:

XIX CAMPEONATO SUDAMERICANO MAYOR
com 67 participantes (38 homens e 29 mulheres)
> O Brasil ficou com 12 medalhas nessa divisão
(1 de Ouro, 4 de Prata e 7 de Bronze)
1. Ouro
– Fase Individual (Tuca Maciel)
2. Prata – Fase Duplas Femininas (Roseli Santos & Roberta Rodrigues)
3. Bronze – Fase Duplas Mistas (Marizete Scheer & Renan Zoghaib)
4. Bronze – Fase Tercetos Femininos (Roseli Santos & Roberta Rodrigues & Stephanie Martins)
5. Prata – Fase Equipes Femininas (Roseli Santos & Roberta Rodrigues & Stephanie Martins & Marizete Scheer)
6. Prata – Fase Equipes Masculinas (Renan Zoghaib & Márcio Vieira & Tuca Maciel & Juliano Oliveira)
7. Prata – All Events Feminino (Roseli Santos)
8. Bronze – All Events Feminino (Stephanie Martins)
9. Bronze – All Events Equipe Feminina (Roseli Santos & Roberta Rodrigues & Stephanie Martins & Marizete Scheer)
10. Bronze – All Events Equipe Masculina (Renan Zoghaib & Márcio Vieira & Tuca Maciel & Juliano Oliveira)
11. Bronze – Master Masculino (Juliano Oliveira)
12. Bronze – Master Feminino (Roseli Santos)

XII CAMPEONATO SUDAMERICANO JUVENIL
com 32 participantes (17 homens e 15 mulheres)
> O Brasil ficou com 1 medalha nessa divisão
(1 de Bronze)
1. Bronze – Master Masculino (Bruno Costa)

VII CAMPEONATO SUDAMERICANO SENIOR
com 29 participantes (17 homens e 12 mulheres)
> O Brasil ficou com 9 medalhas nessa divisão
(3 de Ouro, 2 de Prata e 4 de Bronze)
1. Ouro
– Fase Individual Feminina (Marlene Bonacina)
2. Ouro – Fase Individual Masculina (Carlos Salgado)
3. Prata – Fase Duplas Mistas (Marlene Bonacina & Paulo Soares)
4. Bronze – Fase Duplas Mistas (Cristina Muelas & Carlos Salgado)
5. Ouro – Fase Equipes Mistas (Marlene Bonacina & Cristina Muelas & Paulo Soares & Carlos Salgado)
6. Bronze – All Events Equipes (Marlene Bonacina & Cristina Muelas & Paulo Soares & Carlos Salgado)
7. Prata – All Events Feminino (Marlene Bonacina)
8. Bronze – Fase Master Masculina (Paulo Soares)
9. Bronze – Fase Master Feminina (Marlene Bonacina)

I CAMPEONATO SUPER SUDAMERICANO SUPER-SENIOR
com 18 participantes (8 homens e 10 mulheres)
> O Brasil ficou com 7 medalhas nessa divisão
(3 de Ouro e 4 de Bronze)
1. Bronze – Fase Individual Masculina (Mário Assad)
2. Ouro – Fase Duplas Masculinas (Mário Assad & Oscar Marin)
3. Bronze – Fase Duplas Mistas (Maria Santos & Oscar Marin)
4. Bronze – All Events Equipes (Maria Santos & Lira Corazza & Mário Assad & Oscar Marin)
5. Ouro – All Events Masculino (Oscar Marin)
6. Ouro – Fase Master Masculina (Oscar Marin)
7. Bronze – Fase Master Masculina (Mário Assad)

O Conselho Nacional do Esporte (CNE), vinculado ao Ministério do Esporte, aprovou a extensão dos recursos do Programa Bolsa-Atleta aos atletas das modalidades não olímpicas e não paraolímpicas.

Ricardo Leyser, secretário Nacional de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, comemorou a decisão do CNE. “Pela primeira vez na história do programa Bolsa-Atleta, aprovamos modalidades não olímpicas e não paraolímpicas que serão contempladas. O Programa vai beneficiar os campeões mundiais dessas modalidades e dar mais oportunidades de melhores treinos e especializações, e consequentemente, mais chances de vitória nas competições”, avalia.

Conselho Nacional de Esporte

Criado em 2002, o CNE objetiva o desenvolvimento de programas que promovam a prática planejada de atividade física para toda população brasileira, além da melhoria de padrão de organização, gestão e qualidade e transparência do setor.

Fazem parte do CNE: o Ministro do Esporte, secretários do Ministério do Esporte, representantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), do Comitê Paraolímpico Brasileiro – CPB, Fórum Nacional de Secretários Estaduais de Esporte e Lazer, Representante dos Secretários e Gestores Municipais de Esporte e Lazer, dos Clubes Sociais, Representante do Conselho Federal de Educação Física – CONFEF; do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte – CBCE, da Comissão Desportiva Militar Brasileira – CDMB, da Organização Nacional de Entidades Nacionais Dirigentes de Desporto – ONED, da Confederação Brasileira de Futebol – CBF, e do Desporto Nacional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s