DIÁRIO PESSOAL NA 48.ª COPA MUNDIAL (2): A RASTEIRA DO PASTOR FANTASMA

diario_logoDurante a 48th QubicaAMF Bowling World Cup
25/nov-1/dez-2012 – Sky Bowling Centre
Wroclaw (Breslávia) – Polônia

A lista do tour à disposição no lobby do hotel logo foi completada e nós brasileiros ficamos de fora. Fiquei contente quando soube que haveria uma grupo extra para outro tour na sexta-feira, por duas cidades do interior polonês, na região da Silésia: Świdnica e Wałbrzych, as quais não consigo pronunciar nem escrever sem colar do Google.

Nem podia imaginar que duas grandes surpresas me aguardavam, uma nada agradável e outra sensacional.

A primeira cidade na qual paramos foi Świdnica, a uns 60 km de Wroclaw, onde estávamos hospedados para a Copa Mundial de Boliche.

Quando desembarcamos do ônibus para conhecer a Igreja da Paz a temperatura baixou para uns -3 graus. Começou a nevar levemente, na verdade estava mais pra chuva que pra neve. A lado externo da construção da Igreja da Paz não parecia com o de uma igreja…

church_of_peace_swidnica

As informações dão conta que após a assinatura de um Tratado de Paz (o de Vesfália) em 1648, os protestantes luteranos foram autorizados a construir três igrejas evangélicas de barro, madeira e palha e fora das muralhas da cidade, porém sem torres e sem sinos. Por isso elas não se parecem com igrejas no lado de fora. Hoje restam duas dessas igrejas, restauradas após serem destruídas na II guerra mundial.

Parte dos cemitérios que estão no mesmo terreno foram conservados como ficaram após os bombardeios.

church_of_peace_cemiterio

Imagens do riquíssimo interior da Igreja da Paz
church_of_peace_orgao

church_of_peace_sino

church_of_peace_altar

Foi então que durante essas fotos o Cláudio Goto,  jogador que representou o Brasil nessa Copa, viu uma espécie de confessionário com o número 300 ornamentando a parte superior. Logo fez a associação com a partida perfeita de boliche e sugeriu uma foto no local.

Alguns amigos já sabem que não sou muito ligado em rituais religiosos, portanto estava agindo como um turista novato e despreocupado com aquele ambiente. Porém, lá do além, o fantasma de algum pastor estava acompanhando todos os meus passos.

Topei a proposta do Cláudio na hora mas… ao me dirigir para o local, não percebi que o tapete cheio de desenhos detalhistas escondia um pequeno degrau logo antes do tal confessionário. Acho que o tal fantasma passou-me um rasteira-educativa-religiosa, desequilibrando-me totalmente e, ao tentar ficar em pé, dei dois ou três passos capengas indo na direção de um banco de madeira. Foram os três segundos mais longos da minha vida. Fique todo dolorido e quase em estado de choque pois bati violentamente no chão, ficando ajoelhado e travado em posição de oração.

Olhem a foto do local e a trajetória do acidente…
swidnica_igreja_da_paz2A trajetória tem o destaque em amarelo no ponto do tropeção, depois tentei me equilibrar e bati com os braços no banco (em vermelho), prostrado tal qual um muçulmano na hora de rezar…

(OBS: Para fazer um passeio virtual no interior dessa igreja clique aqui. Atenção, esse passeio é por sua conta e risco, porque já sabe o que acontece se não acreditar no além, vai ter que ajoelhar e rezar na base da rasteira.)

Mesmo todo dolorido tirei a foto sob o tal 300
church_of_peace_300

E ainda mudei meu ponto de pista religioso e lá mesmo tornei-me um pregador…
church_of_peace_conversao

 

church_of_peace_conversao2

Sobre a outra surpresa, a que foi sensacional? Vou contar só no próximo episódio do meu diário pessoal na 48.ª Copa Mundial… Onde está a Daisy?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s