DIÁRIO PESSOAL NA 48.ª COPA MUNDIAL (3): ONDE ESTÁ A DAISY?

diario_logoDurante a 48th QubicaAMF Bowling World Cup
25/nov-1/dez-2012 – Sky Bowling Centre
Wroclaw (Breslávia) – Polônia

Depois da dolorida aventura turística em Świdnica e mesmo lesionado pela rasteira do “pastor fantasma” mantive o bom humor e a disposição física para seguir em frente no tour polonês. Desta vez fomos para a cidade de Wałbrzych, onde fica o Castelo de Książ (clique aqui para visitar o site oficial)a uns 80 km de Wroclaw, onde estávamos hospedados para a Copa Mundial de Boliche.

Nem queiram pronunciar corretamente esses nomes poloneses, pois mesmo com a ajuda paciente e a repetição incansável deles a gente não consegue atingir uma nível razoável de pronúncia.

Durante a viagem, o que era uma chuva com jeito de neve acabou virando uma belíssima nevada que, em alguns minutos, foi cobrindo toda a superfície com se fosse um “edredon” branco, gelado e sem fim. As árvores sem nenhuma folha e com inúmeros galhos iam sendo cobertas aos poucos pela neve, num efeito visual perfeito, o qual, toscamente, tentamos imitar em nossa terra natal com chumaços de algodão sobre galhos secos.

Não se via um único animal ou ser humano nos vastos campos cobertos pela neve, certamente todos protegidos dos rigores de um frio abaixo dos seis graus.

ksiaz_estrada_neve1

Imagino que para os moradores daquela região a neve certamente seja um transtorno e causa de muito trabalho mas, para nós turistas, é um espetáculo incrível.
ksiaz_estrada_neve

Eu já havia visto neve antes, em 2005 em Ljubljana, a capital Eslovênia, no último dia da 41.ª Copa do Mundo de Boliche e também em 2007 em São Petersburgo, Rússia, durante uns cinco dos sete dias que ficamos lá na 43.ª Copa do Mundo. Mesmo assim, a fascinação em ver nevar foi a mesma das vezes anteriores.

Logo chegamos às montanhas onde fica o Castelo de Książ.

castelo_ksiaz_bannerNa entrada ficam os prédios do Hotel de Książ. Depois ficamos sabendo que eram nesses prédios que moravam os 400 empregados da última família que lá viveu, formada por cinco membros. Considerando a proporção de 80 para 1, acredito que eles deveriam ser muito bem atendidos pelos serviçais do castelo.

Ao ver a outra vez a neve senti-me como uma criança num parque de diversões, tal qual a Marina Suartz, jogadora que representou o Brasil nessa Copa, e que estava vivendo aquela sensação maravilhosa pela primeira vez na vida. Ainda mais nos belíssimos jardins do castelo.

Marina Suartz (Brasil)

Marina Suartz (Brasil)

Paulo Lopes (Portugal)

A história do Castelo de Książ

A fortificação original de Książ foi destruída no ano 1263. Um novo castelo foi construído entre 1288 e 1292. Ele foi habitado por duques, um rei e industriais milionários. Em 1482 novamente o castelo foi demolido. De 1509 a 1941 o castelo pertenceu à família Hochberg, uma das mais ricas dinastias prussianas.

ksiaz_bira_entrada

Os alemães tomaram posse do imóvel em 1941, quando o castelo fez parte do Projeto Riese de Hitler até 1945, então foi ocupado pelo Exército Vermelho, que destruiu grande parte da propriedade.

ksiaz_tunel_mapa

O extravagante projeto da Alemanha nazista de Hitler  (Riese, que em alemão significa Gigante) visava a construção de vários complexos subterrâneos em várias cidades, interligados por redes de túneis, com fábricas subterrâneas, ferrovias e grandes salões construídos em cavernas reforçadas com concreto e aço.

ksiaz_bira_armas

Os trabalhadores poloneses e russos eram forçados a participar desse trabalho, juntamente com os prisioneiros de guerra italianos e russos. Pelos menos 13.000 prisioneiros do campo de concentração de Auschwitz trabalharam nesse projeto. Para se ter uma idéia do tamanho desse empreendimento, ele consumiu sozinho mais concreto que todo aquele que estava disponível para a construção de abrigos antiaéreos à toda a população em 1944.

ksiaz_bira_judeu

No Castelo Książ existem dois níveis de corredores e câmaras. O primeiro nível é de 15 m sob a terra acessível a partir do castelo por um elevador e uma escada e também por duas entradas dos jardins. O segundo nível é de 53 m sob o pátio. O comprimento total do complexo é de 950 m (3.200 m 2 , 13 mil m 3 ). Apenas o primeiro nível do subterrâneo é aberto aos visitantes e foi esse que conhecemos.

O Castelo  Książ foi muitas vezes chamado de “O Versailles da Baixa Silésia” por causa de suas 400 câmaras e mais de 200 lareiras. Também tem magníficos jardins em terraços, que são uma atração turística à parte. Nas instalações externas deste complexo encontra-se um dos melhores picadeiros da Europa, onde se realizam competições internacionais e leilões de cavalos.

ksiaz_bira_janela

ksiaz_escritorio

ksiaz_bira_sala_italiana

O príncipe Jan Henryk XV von Hochberg, riquíssimo herdeiro de grandes propriedades, minas de carvão, siderúrgicas, usinas, fábricas, lojas, cervejarias, castelos, mansões, hotéis, casou-se com Maria Teresa Oliwia Hochberg von Pless, mais conhecida como a Princesa Daisy, uma aristocrata inglesa considerada uma das mulheres mais bonitas da Belle Époque.

ksiaz_bira_hochberg

Foram viver no Castelo Książ, onde apesar das magníficas instalações a Princesa Daisy não se sentia feliz, quer pela distância da família, quer pelas condições inadequadas de higiene às quais ela não estava acostumada, e também pela rigidez protocolar que lhe era imposta.

Daisy_von_PlessA princesa Daisy sempre procurou acompanhar os acontecimentos de sua comunidade, a ponto de fundar um orfanato, uma clínica para as mães que trabalhavam e uma escola para meninas pobres.

O casamento da Princesa Daisy com o príncipe Jan durou de 1891 a 1923, mas ela permaneceu no Castelo Książ após a separação.

Durante a II Guerra Mundial, a princesa Daisy ajudava os feridos nas batalhas, trabalhando nos trens hospitalares nas frentes sérvias, francesas e austríacas. Com a ascensão dos nazistas ao poder ela foi expulsa do Castelo e morreu em junho de 1943, sendo sepultada no mausoléu da família localizado no parque interno da propriedade.

Com a chegada dos soldados russos, após a derrota nazista, aconteceram muitos saques e violações praticados pelo “exército vermelho”. Então decidiram transferir os restos mortais de Daisy para algum cemitério protestante na região. O local exato nunca foi revelado, dando origem à lenda que o espírito da princesa volta ao castelo com frequência.

Será que a Princesa Dayse vai aparecer?

Será que a Princesa Dayse vai aparecer?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s