49th QubicaAMF Bowling World Cup: a polêmica das altas médias

O Ademir Medina (SP) me fez uma pergunta no Facebook, a qual vou respondê-la por aqui, porque gostaria de me estender um pouco mais na resposta e abrir os debates sobre o assunto.

Perguntou-me o Ademir:  “Bira, o óleo é muito fácil? Não parece realidade médias tão altas!!! O que você percebeu? E no site do QubicaAMF Bowling World Cup também estão comentando isso… Not wanting to retract from quality of the bowlers… But I must ask why it is such an easy pattern?  No disrespect meant at all Todd, but for the quality of bowlers that are bowling this week, I thought that something a little more challenging than a glorified house shot would have been laid. (Rikki Pool)

(Tradução livre) Não querendo tirar a qualidade dos jogadores, mas pergunto por que esse condicionamento é tão fácil ? Sem desrespeitar, insisto, mas pela qualidade dos jogadores que estão nesta competição pensei que teriam algo um pouco mais desafiador do que jogar num condicionamento caseiro. (Rikki Pool)

A QubicaAMF (Cliff Adair) respondeu: The scoring at this year’s Bowling World Cup is higher than expected, but doesn’t surprise me a whole a lot. Most fans, bowlers, spectators just think the oil pattern is super easy or “a wall” which is creating such scores. Sure the oil pattern is part of it, but it is only one piece that it contributing to the scoring. The oil pattern is a 30ml 2.5 to 1 ratio pattern, with a minimum of 10 units of oil on the outside boards. Hardly a wall, and hardly a house shot. So, why so many big scores?
1. These are new SPL lanes that were meticulously installed knowing the BWC would be held in this center. Every dowel location (foot or two) leveled to within +/- 0.010 inches (4 times more precise than WTBA/USBC require). Secondly every lane has a slight depression, which doesn’t eliminate an “out-of-bounds” condition due to oil “push” or conditioner carry-down, but it does reduce it substantially.
2. The pindecks are tilted up slightly to improve pin action.
3. These are new AMFlite pins.
4. Since the center is new, the pindeck area is as tight and solid as it can be, which results in more pin action.
5. We are using a lane oil (Utopia) that has the highest allowable viscosity per USBC rules, which greatly reduces head breakdown and improves transition longevity.

What’s the end result?
If the bowler misses their target, they are going to miss. If they hit their target, their chance of striking is much much greater.

See my article on conditioning lanes for tournaments for more information.

(Tradução livre) A pontuação na Copa do Mundo de Boliche deste ano é maior do que a esperada, mas isso não me surpreende nem um pouco.

A maioria dos fãs, jogadores, espectadores avaliam o padrão do óleo ou como “super fácil (house shot)” ou ” super difícil (the wall)” baseada tão somente nas pontuações das partidas.

É claro que o condicionamento influencia nas pontuações, mas tão somente como uma parte que contribui para o resultado final. O padrão de óleo que foi utilizado é o da proporção 30ml 2,5 para 1, com um mínimo de 10 unidades de óleo nas tábuas das bordas. Dificilmente isso representa um óleo “super difícil (the wall)”, mas também dificilmente um óleo “super fácil (house shot).

Então, por que tantas partidas tão altas?

1 . Estas são as novas pistas SPL que foram meticulosamente instaladas com o conhecimento prévio que a BWC seria realizada neste centro. Cada trecho condicionado (um ou dois pés ) foi nivelado dentro de + / – 0,010 polegadas (quatro vezes mais precisos do que a WTBA / USBC exige) . E também, cada pista tem uma ligeira depressão, o que não elimina a condição de “out-of-bounds (o que chamamos “margem de erro”)” devido ao óleo “push” ou “carrie-down (o óleo “correr” devido as trilhas), mas reduz substancialmente essas distorções.

2 . Os pindecks estão inclinados um pouco mais para cima para melhorar o “trabalho (giro)” dos pinos.

3. Estes são novos pinos modelo AMFlite .

4 . Uma vez que o centro é novíssimo , a área do pindeck é mais firme e sólida do que costuma ser, o que resulta em mais “trabalho (giro)” dos pinos.

5. Nós usamos o óleo para pistas (marca Utopia) que tem a maior viscosidade permitida pelas regras USBC , o que diminui o breakdown (ponto de curva da bola) e melhora a longevidade do condicionamento.

Qual é o resultado final ?
Se o jogador erra o seu alvo, ele perde. Se acertar o alvo, a chance de fazer strike é muito, muito maior.

Clique aqui para ver o artigo completo de Cliff Adair (em inglês)

É a mesma história de sempre… sempre associam médias altas com condicionamento “fácil”, “festivo”, por aí… e médias baixas com condicionamento “seletivo”, “técnico”.

A Copa Mundial QubicaAMF sempre foi uma festa, um congraçamento entre os participantes, organizadores e patrocinadores, tanto que a premiação não é em dinheiro ou barras de ouro… é um título de campeão. E nem sempre o campeão é o melhor jogador, ele superou todos os outros e terminou em primeiro. Simples assim.

Na minha opinião o que está acontecendo aqui é o que deveria acontecer em TODOS os eventos aí no Brasil… quem tem os “T” dos vencedores (talento, técnica, treinamento, tenacidade, tranquilidade) consegue atingir o melhor de si mesmo de forma mais consistente e rápida. Porém mesmo aqueles que não tem todos os “T” também se sentem bem participando desse tipo evento, embora estando na 42.ª posição e fora da zona de classificação, mas com 200 de média e superando os próprios limites.

Anúncios

4 Respostas para “49th QubicaAMF Bowling World Cup: a polêmica das altas médias

  1. Sergio Martinelli

    Quem sou eu para dizer alguma coisa, mas como sou atrevido, digo: A organização do torneio está certíssima (vc também) … altas médias trazem mais jogadores, mais público e mais patrocinadores … estou assistindo a quase todas as partidas por conta dos strikes e não conta de splits ou spares. Gastar dinheiro em viagem prá bater 160 de média … fico em casa … eu e muitos …

    • Esse comentário/resposta que publiquei foi porque durante o jantar, após o encerramento do segundo dia de competições, estávamos, eu e os amigos de Portugal e Açores, falando sobre esse assunto. Ao voltar pro meu quarto e entrar no Facebook vi a pergunta do Ademir e os comentários de pessoas de outros países, pronto, foi a deixa pra eu escrever. E na mesa ouvi alguns comentários muito parecidos com o seu e o de outras pessoas… principalmente esse que ninguém gosta de gastar dinheiro pra “sofrer”…

  2. sergio martinelli

    Sim … e a trasmissão está interessantíssima … vários tipos de strikes (alguns bem diferentes) … prazer em assistir esse show de pontos …

  3. SALUDOS PARA TODA LA AFICION DEL BOWLING TANTO AFICIONADOS COMO PROFECIONALES ESTOY EN ELDEPORTE DESDE HACE 35 AÑOS PRIMERO COMO JUGADOR Y HACE VEINTE COMO ENTRENADOR Y SIEMPRE LE ECHAN CULPAS ACUALQUIER CONDICIONE YA SEA DE ACEITADO O LA BOLA O LA PERFORACION JUGANDO EN LAS DISTINTAS MARCAS DE PISTAS ENCOTRAMOS QUE EN IGUALDAD DE CONDICIONES LA AMF ES UN POCOMAS LENTA QUE OTRAS MARCAS INTERNACIONALES FAVORECIENDO UN MEJOR PUNTO DE QUIEBRE DE PATINAR A RODAR SI USTEDES VEN LOS ULTIMOS TAMBIEN JUGARON EN LAS MISMAS PISTA HACIENDO 180 DE PROMEDIO CONTANDO CON LA MISMA BOLAS DE LOS PRIMEROS SIN LUGAR A DUDAS HABER VISTO EN VIVO A LA MAYORIA DE LOS JUGADORES LAS PISTAS DABAN UNOS 20 PINOS DE PROMEDIO MAS PERO SI USTEDES OBSERVAN LOS PRIMEROS TIENEN UN HACIERTAN AL 1-3 1-2 9 DE CADA DIEZ LANZAMIENTOS EN CAMBIO LOS DE 170 HACIERTAN 7 DE CADA DIEZ LANZAMIENTOS AL PALO UNO O SEA QUE A ,PESAR DE HABER EVOLUCIONADO LOS ELEMENTOS DEL JUEGO LLAMESE ACIEITADS EN LAS BOLAS LAS FRICCIONE EL ,PIN MAYOR EL RADIO DE GIRO EL FLARE NO HAN PODIDO NI PODRAN COLOCAR DIRECCION A LA BOLA QUE LANZAMIENTOS ALGO CORRIJA LA DIRECCION AL 1-3 1-2 POKET ALGUNOS COMO TORGENSEN ESTUVIERON EN LA P.B.A Y SALIERON POR LA PUERTA DE ATRAS LA DIRECCION DE LA BOLA ACCURACY QUE TRADUCE PRECICION LA PRODUCE EL CUERPO HUMANO EN 32 MOVIMIENTOS QUE PRODUCEN LA VELOCIDAD ANGULO ROTACIONAL DE LA BOLA Y LA ZONA DE EL TARGET COMO PUNTO FINAL LATABLA 17 QUE ES LA TABLA DEL STRAIK CUANDO SE P`RACTICA SE PONE ENFASIS EN LOS HACIERPOS AL PALO 1 SI SON 6 ES UN PROMEDIO DE140 SIES 8 ES DE 160 AGRDECIENDOLES SU ATENCION ME DESPIDO ATTE.FRANCISCO ROCABADO FERREIRA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s