Arquivo do mês: novembro 2014

William Macedo, a morte precoce de um trabalhador do boliche

474214_295774207178374_252846357_o(por Bira Teodoro)

Durante os meses que gerenciei o Dragon Bowling do Shopping Center Norte, na capital paulista, tive a ajuda de vários colegas de trabalho.

Um deles foi o William Macedo, encarregado da mecânica e manutenção das máquinas.

Logo na primeira semana percebi que suas habilidades transcendiam o seu cargo de mecânico chefe. Tinha um temperamento sisudo e forte, mas raramente recusava uma tarefa, principalmente quando desafiava sua criatividade inventora. Até brincávamos com ele, chamando-o de Professor Pardal, o inventor, personagem do mundo Disney em Patópolis.

Precisávamos informar nossos clientes sobre o horário de abertura e fechamento das pistas e, a partir de uma simples sugestão, em pouco tempo o William inventou uma solução para o problema, instalou dois grandes monitores ligados a um computador, que rodava um programa gráfico também feito por ele, informando as horas e divulgando os produtos oferecidos em nossa lanchonete. Foi um sucesso imediato.

Continuar lendo

Pra que servem olhos verdes em gente feia?

marty_feldman3Novamente algumas palavras sobre o rumo do esporte boliche no Brasil.

Neste domingo, dia 23,  terminou o mais importante evento brasileiro de seleções de boliche.  Foram três campeonatos simultâneos, o Brasileiro de Seleções, a Taça Brasil de Seleções e a de Tercetos, realizados em duas sedes, o Boliche Social Clube do Barra Shopping e o do Norte Shopping.

O tradicional Campeonato Brasileiro de Seleções festejou sua 34.ª edição com a participação de atletas de oito Estados, 48 homens e 42 mulheres. A Taça Brasil de Seleções teve 30 participantes e a Taça Brasil de Tercetos teve 36 inscritos.

O expressivo número de participantes (156) comprova que o esporte boliche no Brasil pode estar atravessando uma fase difícil, porém ainda tem um grande potencial a ser explorado.

O congraçamento entre os jogadores, mesmo com as disputas acirradas, foi o principal destaque positivo do evento, assim como a possibilidade de os premiados com Ouro, Prata e Bronze, poderem solicitar bolsa-atleta no próximo ano junto ao Ministério do Esporte. Continuar lendo

#50WBC – Chris Barnes é novo Campeão Mundial de Boliche

50th_WBC_qubicaamf_pq

50.ª edição da
QubicaAMF Bowling World Cup
24 pistas do Bowling Sky
Wroclaw (Breslávia), Polônia
50th QubicaAMF Bowling World Cup – Women’s Finals

Depois de uma semifinal com direito a uma eliminação perfeita (300) de Chris Barbes contra Mykaylo Kalika, a experiência do Hall of Fame e estrela da PBA venceu o excelente desempenho do jovem alemão Tobias Bording.

 

Na Semifinal Barnes venceu o ucraniano Kalika por dois a zero (215-204, 300-213), e na grande final superou o forte jogo do alemão Tobias (269-248, 231-216).

1476582_790161891047114_5824330980405151394_n

(foto por Beat Grauwiller)

Continuar lendo

#50WBC – Clara Guerrero é a nova Campeã Mundial de Boliche

50th_WBC_qubicaamf_pq

50.ª edição da
QubicaAMF Bowling World Cup
24 pistas do Bowling Sky
Wroclaw (Breslávia), Polônia
50th QubicaAMF Bowling World Cup – Women’s Finals

A líder da fase classificatória, a colombiana Clara Guerrero, conquistou de forma incontestável a 50th QubicaAMF World Bowling Cup.

Na Semifinal no formato melhor-de-três-games a malaia Li Jane Sin superou a norte-americana Brittni Hamilton por dois jogos a um (181-235, 236-234, 213-204), ganhando o direito de disputar o titulo com a líder Guerrero.

Numa final disputadíssima e com altas pontuações, Guerrero venceu Li Jae também por dois jogos a um (239-234, 243-257, 265-211), sagrando-se a Campeã Mundial de Boliche 2014 com todos os méritos.

guerrero2014

(foto por Beat Grauwiller)

Continuar lendo

#50WBC – O alemão Tobias Bording está 202 pinos à frente do segundo lugar

50th_WBC_qubicaamf_pq

50.ª edição da
QubicaAMF Bowling World Cup
24 pistas do Bowling Sky
Wroclaw (Breslávia), Polônia

Tobias Bording, o estudante alemão de 22 anos que detonou na primeira rodada com 1305 pinos, não está dando a menor chance aos seus adversários. Totalizou 1.136 na segunda rodada (227,20) e 1.236 na terceira rodada de hoje 247,20.

Tobias Bording

Tobias Bording

Nessas 15 partidas de 20 da fase classificatória, somou 3.677 pinos com 245,10 de média, 202 à frente do ucraniano Mykhaylo Kalika que fez 3465 (231,67), que é seguido pelo filipino Biboy Rivera que tem 3.458 (230,53).

Chris Barnes, a estrela norte-americana da PBA, está na sexta posição com 3433 (228,87). O malaio campeão mundial de 2012, Syafiq Malek, está no décimo lugar com 3373 (224,93). O canadense bicampeão mundial em 2005 e 2010, Michael Schmidt está em 16.º com 3297 (219,80).

Continuar lendo

#50WBC – Maria Bulanova, russa, 15 anos e quase perfeita

50th_WBC_qubicaamf_pq

50.ª edição da
QubicaAMF Bowling World Cup
24 pistas do Bowling Sky
Wroclaw (Breslávia), Polônia

Faltou apenas um pino para Maria Bulanova, a garota russa de apenas 15 anos, fazer uma partida perfeita, 300 pontos, 12 strikes consecutivos na mesma linha.

Até hoje apenas 12 mulheres conseguiram a partida perfeita na Copa Mundial de Boliche. A divisão masculina registra 59 partidas de 300 pontos.

Vejam como foram os três últimos arremessos de Bulanova.

Continuar lendo

#50WBC – O maltês Neil Ellul Sullivan fez o primeiro 300 dessa 50.ª Copa Mundial

50th_WBC_qubicaamf_pq

50.ª edição da
QubicaAMF Bowling World Cup
24 pistas do Bowling Sky
Wroclaw (Breslávia), Polônia

A primeira partida perfeita (300 pontos) desta edição da Copa Mundial de Boliche, conseguida após doze strikes consecutivos na mesma linha, coube a Neil Sullivan, profissional autônomo, 29 anos, oriundo de Malta.

Oficialmente denominada República de Malta, é um país arquipélago do sul do continente europeu, situado no Mar Mediterrâneo, 93 km ao sul de Sicília (Itália) e 288 km a nordeste de Tunísia (África). Malta abrange uma área terrestre de 316 km², um dos menores países da Europa, porém densamente povoado, com mais de 400 mil habitantes. Sua capital é Valeta. O Maltês é a língua nacional e o inglês é a língua cooficial.

Foi a 73.ª partida perfeita da história da Copa do Mundo, sendo 13 femininos e 59 masculinos.

Continuar lendo