Arquivo da categoria: PAN RIO 2007

BOLICHE NO PAN RIO-2007

Dupla feminina do Brasil tem estréia discreta
Jacque Costa e Roseli Santos terminam as seis primeiras linhas em 10º lugar

Marcio Menezes, do Rio de Janeiro

Não faltou esforço e determinação, mas as brasileiras Jacque Costa e Roseli Santos não conseguiram mostrar o melhor de seus jogos na primeira rodada da competição de duplas dos Jogos Pan-americanos, nesta segunda-feira. Elas terminaram as seis primeiras linhas desta fase na 10ª colocação, com 2228 pontos.
Continuar lendo

Anúncios

BOLICHE NO PAN RIO 2007

Brasil larga bem no masculino e termina em terceiro nas duplas
Jogadores não se sentem pressionados e mostram toda a sua qualidade na pista
Marcio Menezes, do Rio de Janeiro

Começo animador para o Brasil nas pistas do Barra Bowling. Mostrando maturidade e muita qualidade, a dupla formada por Rodrigo Hermes e Fábio Rezende fez bonito no primeiro dia de disputa da fase de duplas dos Jogos Pan-Americanos, terminando em terceiro lugar, nove pinos atrás dos mexicanos Daniel Falconi e Alejandro Cruz, que estão em segundo lugar. Rhino Page e Cassidy Schaub, dos Estados Unidos, lideram a competição, 106 pinos à frente dos brazucas.
Continuar lendo

BOLICHE NO PAN RIO 2007

Espantar a euforia, o trunfo para a conquista de medalhas
Fábio Rezende busca relaxamento total na véspera do início da participação no Pan

Marcio Menezes, do Rio de Janeiro
Continuar lendo

“O PAN-AMERICANO NÃO SERVE PRA NADA!”

Essa frase é do jornalista Juca Kfouri, numa entrevista à revista Caros Amigos junto com o colega José Trajano. Eles têm um blog A Verdade do Pan 2007 que faz um resumo de tudo o que sai na imprensa, as acusações todas sobre o Pan.
Vale a pena fazer visitá-lo regularmente.
O meu destaque é uma carta de um professor de educação física, uma carta aberta ao Comitê Olímpico Brasileiro, que fala da vida nababesca, as passagens de primeira classe, os hotéis cinco estrelas, enquanto nossos atletas viajam na classe econômica, isso quando viajam de avião … Para lerem a íntegra dessa carta reveladora, cliquem aqui …
Qualquer semelhança com o boliche será mera coincidência?

CÉSAR MACIEL, PRESIDENTE DA CBBOL, FALA SOBRE O PAN 2007

Finalmente, depois de muita insistência, consegui uma declaração do Presidente de nossa entidade máxima, sobre o Pan Rio 2007, principalmente sobre os critérios de convocação:

Continuar lendo

PAN RIO 2007

Parece que, novamente, a velha história com final conhecido por todos vai se repetir: convocação.
Por que num esporte tão objetivo como o boliche (a contagem é matemática, sem margens para interpretações) os critérios de convocação são tão obscuros e inexplicáveis? Qual o estímulo que têm um atleta para participar de todos os eventos homologados se, na hora H, a convocação é feita sem maiores explicações? Por que o Ranking foi seguido à risca na Divisão Masculina e não na Feminina?