Arquivo da tag: Decio Abreu

BOLICHE: MEMÓRIAS DE UM JOGADOR BRASILEIRO (2)

decio_memorias_logo_moldura2Para ver a 1.ª parte clique aqui
(2.ª Parte) — Lá fomos nós para a Argentina. Participaram do 1.º Campeonato Sul Americano na divisão masculina a dona da casa, Venezuela, Colômbia, Peru, Equador e Brasil. Na feminina, somente Argentina, Venezuela e Brasil. Como eu era o contato entre os demais países por causa do Torneio das Américas, fui o chefe da delegação.

Como já disse, o único aventureiro do Brasil a usar uma bola fingertip fui eu, os outros todos com bolas convencionais. Os melhores jogadores eram os venezuelanos, que levaram quase todas as medalhas de ouro. O estilo mais bonito do Alvaro Galindo, o mais eficiente e campeão all events o baixinho Jaime Bracho. Continuar lendo

Anúncios

BOLICHE: MEMÓRIAS DE UM JOGADOR BRASILEIRO (1)

decio_memorias_logo_moldura2(Parte 1) — Gostaria de deixar claro que o que vou escrever são memórias, algumas de fatos ocorridos há mais de 40 anos, portanto me perdoem se esquecer algo ou de alguém, ou mesmo se algum esquecimento fizer injustiça a alguém. Também quero esclarecer que é um relato que evidentemente não pode cobrir tudo o que aconteceu. Tentarei ser o mais fidedigno possível. Continuar lendo

CONSIDERAÇÕES DE BOWLERS

(por Décio Abreu*)
*Original publicado no site Boliche Online

Vejam, antes das minhas considerações, estes bons comentários do Igor Pizzoli (SP): (…) E olha que eu nem falei de óleo… o Caio viu o que estavam fazendo na Colômbia. Tinha um monte de crianças e adolescentes treinando e nem se importavam com óleo e coisa assim, estavam treinando seta, break, pino isolado, saque, ou seja, muitas outras coisas além de região por causa do óleo.

Tudo bem que eles também tem um incentivo da Federação, porém eles pagam para isso também. Tem uma mensalidade para poder jogar no centro de alto rendimento deles, que é bem estruturado, porém com as coisas muito simples. Continuar lendo